A Greve nos transportes

Eu não sou propriamente o Cristiano REInaldo no que à política diz respeito. Sou, talvez, um Martin Pringle. Adiante. A respeito da greve de transportes que assola e assoa o País (tanta gente sem transporte vai dar constipação), deixo algumas considerações.

Não estou na posse de todos os dados e das razões do lado de lá, mas eu, que estou do lado de cá, deixo alguma informação que me caiu no colo, acerca das disparidades entre o sector público e o privado. Analisando o público:

- na Carris, os trabalhadores podem usufruir até 34 dias de férias (12 dispensas);
- no caso de baixa médica, a empresa paga o remanescente entre o que paga a Segurança Social e o vencimento do trabalhador. Ganha-se mais de baixa do que a trabalhar (razões fiscais);
- Carris, Metro e STCP pagam um complemento de reforma na ordem dos 25%;
- trabalhadores da Carris e Metro têm medicamentos gratuitos;
- Transtejo e Soflusa pagam por se ir trabalhar. Mês sem faltas = €223. Uma falta = €166. Duas faltas = € 148. Faltando meio mês = € 7.16 / dia;
- CP e REFER oferecem viagens gratuitas ao trabalhador, cônjuge, pais, filhos, enteados;
- Carris fornece barbearias privativas (inclusivé para reformados) para o seu pessoal.

Se calhar é de mim, mas eu acho que o Estado sempre deu muitas abébias à maioria dos funcionários públicos.
É aproveitar a Troika e rever, com justiça, todos estes casos. Que sirva para alguma coisa.


PS: tenho um design novo no blogue. O Flip acha que fica melhor assim. Mas desapareceram-me aquelas mariquices ali à direita. Devo ser um banana, porque este anormal mal vem cá ver isto e nunca cá veio sequer largar posta, mas eu ouvi as suas preces.

PS2: julgavam que punha já o primeiro dia do Diário assim de repente?! Nah, têm que voltar cá amanhã...

8 comentários:

  1. Sinceramente, ainda não me decidi em relação ao aspecto do blog. Estou confusa, gosto de algumas coisas desta nova versão, está mais moderno, mas sinto falta de algumas coisas do velho blog. Talvez as mariquices, não sei.

    Em relação à função pública, concordo, são uns privilegiados e nem se dão conta...

    ResponderEliminar
  2. pois eu gosto mais! e finalmente começamos a falar de temas verdadeiramente importantes (perdoa-me, mas o futebol não me enche as medidas...)
    Não sabia o que escreveste, aprendi coisinhas novas (e que material, este!!)
    bjinhos!

    ResponderEliminar
  3. Design apelativo, parece mais profissional! Mas assim já não consigo ver as minhas visitas do estrangeiro... Por falar em futebol... vai uma futebolada???

    ResponderEliminar
  4. Pini,

    Irei tentar recuperar as mariquices ali para o lado, ainda não sei bem como, mas estou a sacrificar-me por ti.

    Aline Brito Paiva,

    Obrigado. Então que achaste do Alan dizer que o Javi lhe chamou "preto de merda"? O Alan diz que somos 70% de negros. Mas ele não sabe que nós, no Benfica, não somos pretos ou brancos, somos encarnados e vermelhos a 100%? É mesmo um preto de merda...racista é ele. Acho que ainda faço um post sobre isto!

    2195,

    OK, vamos a isso. Quem estiver mais gordo vai à baliza.
    Só não sei é quem raio és!

    ResponderEliminar
  5. Sou a Leonor, peeweezinho :)
    já sabes agora quem sou?

    ResponderEliminar
  6. Acho bem que te sacrifiques mas obrigado na mesma :)

    ResponderEliminar
  7. Off-topic:
    Já descobri, nesta nova versão do blogger, ainda não são permitidas mariquices, vulgo widgets. Estão a trabalhar nisso, em breve fica resolvido.

    Senão volto ao passado e arranjo uma página catita.

    ResponderEliminar
  8. Tá mais paneleiro portanto :p

    http://embomrigor.blogspot.com/2011/11/nao-percebo.html (escrito ontem quando demorei 2h de Cascais às Amoreiras...

    ResponderEliminar