(micro) Viagem à Ásia - prefácio

Antes de mais, uma obra literária da categoria a que me proponho, não pode ter um prefácio. Tem sim, um prepúcio. Até porque toda a gente sabe que quem vai à Ásia é porque vai para queimar borracha, porque em Portugal não há meretrizes, tem que se ir para fora.

É aqui que vão poder ler (e ver) as belas histórias das minhas orgias no Vietname, dos anões do Laos a serem disparados num circo, de travecos tailandeses a convidarem o Jota para uma festa típica, de rinocerontes brancos domesticados no Camboja, etc. e tal. Tudo coisa bonita e de bom gosto.
OK, não prometo que seja mesmo assim, mas darei o meu melhor. Quer dizer, dei o meu suficiente, já que não vou editar nenhum dos textos que escrevi na altura.

Prepúcio:

Eu e o Jota (vou chamar-lhe assim novamente para preservar a sua identidade) embarcámos numa viagem pelo Oriente, em busca de coisas novas, paz, diversão, cultura, beleza natural.
Tudo começou há muitos anos atrás, numa simples conversa de algibeira: "epá...lindo lindo era irmos para a Ásia, deve ser brutal...Um dia, quem sabe". Foi qualquer coisa assim. 
As coisas por cá não nos corriam como gostaríamos (a vários níveis) e o Jota trouxe a ideia da viagem de volta, quando eu sinceramente já a tinha "esquecido". Em boa hora o fez.

Entre a mentalização de "porra, vamos! Eu vou contigo! Que se lixe esta merda, pode ser coisa duma vida" e o embarque passou muito pouco tempo.
Foi uma azáfama, entre comprar material de viagem, conseguir férias, fazer vacinas, comprar dólares na CGD num balcão para clientes VIP (os tipos devem pensar que eu tenho uma casa em Saint-Tropez, só pode), etc..

Foram poucos dias, mas foi fantástico e inesquecível. A vontade de regressar é muita.

Apareçam aqui no tasco, o diário vai começar em breve...


4 comentários:

  1. "comprar dólares na CGD num balcão para clientes VIP (os tipos devem pensar que eu tenho uma casa em Saint-Tropez, só pode)" ou uma conta nos EUA. :o

    ResponderEliminar
  2. É pá que inveja! Eu que adoro viajar!!! Mas ainda não fui para essas paragens... É que a CGD não tem balcão para clintes pé rapado...
    Mas ainda não perdi a esperança de me mandar mundo fora, um dia destes!

    ResponderEliminar
  3. Águia Preocupada,

    Concerteza há-de chegar a tua oportunidade!
    Eu também sou pé rapado, os tipos é que se enganaram :)

    ResponderEliminar