O (meu) Menir e o Dia Internacional do Monumento

É verdade. O dia chegou.
Milhões e algumas dezenas de leitores ansiavam por este dia. O Dia Internacional do Monumento. Ou por outras palavras, o dia do Meu Menir.

É nestas alturas que raparigas, mulheres e alguns póneis se juntam para celebrar aquele que é o maior monumento de que há memória na Península Ibérica, nomeadamente na zona de Xabregas.

Aliás, há quem diga que Portugal sem o seu menir é como Paris sem a Torre Eiffel. Como um bitoque sem ovo ou como Roma sem o Papa (porque é que se escreve assim se lemos Pápa?!).
É, a par da Grande Muralha da China e do bigode de Luís Filipe Vieira, um dos únicos monumentos passíveis de serem avistados do espaço.


Não me quero gabar. Não. Nem admito que alguém pense o contrário. Se digo que tenho um menir, é num sentido de adoração da arte urbana. É como ir à Casa das Histórias da Paula Rêgo e ficar a pensar "A sério?  É isto? Estão ali umas cenas maradas com pêgas. É arte, mas...".

Em virtude do Dia Internacional do Monumento, o Estado Português decidiu oferecer entradas gratuitas nos monumentos tutelados pelo IGESPAR (Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico).
Não querendo ficar atrás, o Simão Escuta, em mais uma rubrica de Serviço Público, e em estreia mundial, anuncia agora que se hoje existem entradas gratuitas nos monumentos, então aqui o menir também terá entrada gratuita nos...monumentos que populam por este tasco.

Para a leitora, tudo. Para o leitor, um grande abraço.

19 comentários:

  1. Ai que fixe
    Vou dizer a todas as raparigas da minha turma, porque a malta está pobre e temos que aproveitar as coisas gratis.Fazemos a visita todas ao mesmo tempo, esta bem?

    Mas espero que nao seja como o Aqueduto das Águas Livres que é grande e lindo mas já desactivado.


    2w

    ResponderEliminar
  2. "então aqui o menir também terá entrada gratuita nos...monumentos que populam por este tasco."

    HAN? Eu percebi bem o que li?
    Ok POC, desabafa, o que se passa contigo?

    ResponderEliminar
  3. POC o Papa está no Vaticano, não em Roma

    ResponderEliminar
  4. maria atena irmã de apolo19 de abril de 2012 às 00:34

    Ai, ai, ai...
    Convencido? ou tbm. vencido?
    Entrada grátis?
    Então e os impostos que cobra um ano inteiro só por causa de um tempinho + ou - ...talvez?
    -Menir?
    -Talvez, mtº. pré histórico.
    -Chatice!
    -Eu prefiro o obelisco, pode até se..., perfurar as nuvens e etc.
    -Vou sair de fininho, cheia de "caguifa"(vá à NET ou envie o "emilio" se me apetecer...
    Tome bem conta do monumento nã vá algum "grego/a" ao acender a chama olimpica pegar fogo ao templo ou ainda pior o Zeus reincarnar e acabar com o ritual.
    Saudinha da boa!

    ResponderEliminar
  5. chico Rêgo primo da Paula19 de abril de 2012 às 00:57

    Olá!
    É isto a muralha da China?
    Amei os olhinhos do chinês.
    Quando e onde posso vê-los?
    Agradecendo antecipadamente.

    ResponderEliminar
  6. Que raio de post!
    É que estragaste tudo pah.
    Menir gratuito??? Mas essa "coisa" está assim abandonada que precisa de publicidade a "torto e a direito"?? E de entradas gratuitas? Que seja de acesso gratuito eu percebo, ninguém tem de pagar por causa disso, senão acho que não é um monumento mas algo como um prostituto!

    Já vi que tens falta de assunto de 4 em 4 dias e voltas ao mesmo. Meu... quanto mais falares nisso mais desconfiança levantas ao mulherio!!!
    S.

    ResponderEliminar
  7. POCzinho,
    desta vez não me vais deixar pendurada junto ao teu menir?...

    beijão ;)

    nAnonima

    ResponderEliminar
  8. há que prestar serviço à cultura - entradas gratuitas ficam sempre bem ;)

    ResponderEliminar
  9. Seu....!!! ...não te vou insultar. Merecias, mas não vou

    Isto começa a parecer aqueles anúncios estranhos da revista Maria...

    E não se escreve "Pápa", porque tal como muitas palavras graves que não têm acento, essa é mais uma (a palavra "grave" é grave e não se escreve "gráve", por exemplo). (Vai para aqui uma gravidade que só visto)

    ResponderEliminar
  10. Eu pensava que grande monumento era a estátua do Eusébio.

    ResponderEliminar
  11. Ao ler este post, acho de facto que ensandeceste.

    ResponderEliminar
  12. Epá...
    ...
    é grande!


    *inserir olhos brilhantes.

    ResponderEliminar
  13. Nem acredito que falhei ao dia do Menir gratuito!!

    Ainda que, pelos comentários acima, penso que não teria oportunidade já que isso deve ter tido lotação esgotada!

    Grande Post, para bloggers e anónimos(as) com sentido de humor :D

    ResponderEliminar
  14. POC, eu queria mesmo comentar mas deixaste-me sem palavras.
    "... entrada gratuita nos ... monumentos que populam por este tasco ..."
    Primeiro as nomeações para BILF, agora convites assim só vai dar em blogosfera em filinha

    ResponderEliminar
  15. maria tombada depois de reanimada20 de abril de 2012 às 01:50

    EIA, cheguei!
    Tardesinha mas mtº. consoladinha com o espectáculo que assisti numa igreja com uma boa acústica, que acolheu o desempenho de um saxofonista prata da casa.
    A verdade é que ele me emocionou e até me comoveu, "MAS só de mansinho", com as suas interpretações.
    Agora fiquei triste, vim a correr, chego aflita,espreito o Sr. "Menir e deparo-me com a triste visão de um paradinho com as rodas em baixo.
    Camano!
    Será que vou passar a noite a contar estrelas até adormecer à hora de me levantar?
    Vou rezar...
    Namasté!

    ResponderEliminar
  16. Entrou em tantos monumentos gratuitos que ainda tá de cama, tadinho. Xegaste pra todas, ó POC?

    ResponderEliminar
  17. Fiquei devastadissima quando me apercebi que o dia do Teu Menir já passou. Até daqui a um ano.

    ResponderEliminar