Corrida pela Selecção - toda a verdade

Como já todos falaram sobre os 8 km's da Corrida pela Selecção, que se passou no sábado, já posso agora eu falar.

O Gordo inscreveu-me online há umas semanas. Eu tratei do pagamento. 
Chegado ao Estádio Nacional para levantar o dorsal e acessórios mariquinhas (t-shirt, braçadeira) na semana passada, fui confrontado com a minha não inscrição: afinal de contas, não tinha pago. Não que seja caloteiro, que não sou (quem me conhece, sabe que sou capaz de transferir € 1 que fiquei a dever dalguma coisa mundana), mas fui ao homebanking e devo ter falhado um algarismo de segurança e não reparei. Resultado: estava fora da competição!

O caos instalou-se na tenda, percebi claramente que estavam com medo que fosse morder os calcanhares às lebres durante a corrida. 
Passaram-me à pessoa responsável (vou chamá-la de Tânia, para preservar a sua identidade), que disse que seria mesmo impossível, que até gostava de ajudar, que nunca tinha visto ninguém tão persistente (ela queria dizer "chato"), mas que não havia nada a fazer. Ou arranjava a inscrição dalgum amigo que desistisse ou teria que ver pela televisão.
Meditei durante segundos e percebendo que não era obrigatória a utilização da t-shirt da Selecção, arranjei a solução. Devido à simpatia (à séria) da Tânia, disse-lhe, em segredo, que ia fazer fotocópia dum dorsal e ia participar na corrida. Ela retorquiu, dizendo que os seguranças me punham fora. Eu fiz-lhe ver que eu era uma jóia de moço e não merecia esse tratamento. Ela disse que ia estar na corrida, e que se me visse, poderia ter problemas. Mas a isto respondi que se fosse eu a vê-la primeiro, já não contava. Foi aqui que a desarmei.

A equipa de design gráfico do Simão Escuta trabalhou arduamente na véspera da corrida e o resultado foi este:
Podem ver-se marcas amadoras no verso do papel (tinha riscas)

A inscrição estava, afinal, validada!

Sábado equipei-me com a t-shirt branca de corrida do tasco e lá fui eu, no meio da maralha.
Em ritmo lento, eu, o Gordo e o Preto chegámos ao fim, cortando a meta abraçados.

O meu Tio mais velho, com 52 anos, terminou em 29º da geral, com 28 minutos e direito a um bilhete para o jogo da noite. Dá para acreditar?
O mais novo fez a entrada na pista de tartan já com a minha priminha (a do C'stiano Rónaldo), ficou para a posteridade.

Mas importa referir o momento alto do dia. À entrada para o Estádio, nos últimos metros, vislumbrámos dois simétricos monumentos de incentivo, num excelente golpe da organização, motivando os corredores para a recta da meta.
Susana, mulher de Jorge Mendes

É por isto que vale a pena correr.

16 comentários:

  1. Por isso é que o teu tio... rapaz para a minha idade (mentira eu sou muito mais novo)cortou a meta primeiro que vocês:
    Ele sabia o que lá estava LOL

    A malta dos anos 60 tem faro para monumentos. LOL

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que ná próxima Sexta vai haver é um "corrido da selecção".

    ResponderEliminar
  3. Muito fixe teres uma etiqueta "mulher do Jorge Mendes". Pessoalmente ainda não tinha visto com atenção a "peça", apesar de ter reparado em "qualquer coisa" no documentário do Nuno Luz sobre o Mendes. Obrigado pelos monumentos, POC. Muitas vezes esquecemo-nos do que é verdadeiramente importante. Abraço glorioso e muita fé para a Alemanha.

    ResponderEliminar
  4. Ilegal... devias ser deportado... para Africa ou coisa do género!

    ResponderEliminar
  5. Uma é Sandra e a outra é Susana.

    O abuso é tão grande que devem ter direito a personalidade jurídica, com possibilidade de serem julgadas individualmente ou em separado.

    ResponderEliminar
  6. Correr eu? Nem que fosse para pedir um autógrafo ao Clooney. o.O
    Eu sou mais andar em passo apressado.

    ResponderEliminar
  7. Muito bem :)

    Custa ganhar o ritmo, mas depois até sabe bem. Diz quem corre 5 minutos e cai para o lado. Para mim, correr só para aquecimento, faz-me mal ao tendão de aquiles do lado esquerdo :)

    ResponderEliminar
  8. Rotflol.

    Belo par de gigabóias.

    Mas a questão que se impõe, e que sei que os telespectadores estão a perguntar lá em casa é,

    papaste a Tania?

    Saíste com ela? Um jantar? Um café?

    ResponderEliminar
  9. Realmente sao dois grandes incentivos. A malta da
    Etiopia deve ter batido tosos os recordes.

    Fiquei com a ideia que a tua priminha tambem chegou primeiro do que tu á meta. Essa criança domina.

    ResponderEliminar
  10. ah desculpa

    esqueci de assinar o das 1.48

    2w

    ResponderEliminar
  11. Gigabóia são 1024 Megabóias, né?

    Queremos saber tudo da Tânia... Já enviou foto pelada para a redacçao?

    A malta da Etiópia ficou extremamente desiludida...mais uma vez. Correm atrás da promessa de carne e quando alcançam, vêem que é tudo falso. "Lá estão os brancos a gozar conosco outra vez. Depois admiram-se..."

    ResponderEliminar
  12. Podes continuar as contas para chegar realmente a quantas bóias são...

    ResponderEliminar