Portugueses Vs Portugueses

Arranca hoje o Campeonato Europeu de Futebol. Faz parte dum conjunto de 2 torneios de Verão que se jogam nos anos pares e nos ajudam a combater (sem grande resultado) a saudade de ver o Benfica jogar. Mas não é disso que vou falar a seguir. 
Este post é sobre a Selecção Nacional e os Portugueses, mas sem futebol.

Como direi isto duma forma simpática...er...hmm...OK: a Selecção Portuguesa é medíocre. E tem adeptos medíocres. E tem portugueses medíocres. E tem muita gente boa também. Mas de gente boa está o mundo cheio, e como já falei de cãezinhos e mulheres e coisas, hoje é para achincalhar.

A única forma de entender o folclore à volta da Selecção é dividindo os portugueses em dois grupos:
- os que gostam de futebol e o entendem minimamente;
- os que sabem que existem os 3 grandes mais o Sporting de Lisboa e só ligam mesmo a isto na altura do Europeu e Mundial.

A ligar estes dois grupos está o desejo final: que Portugal ganhe e nos dê uma alegria.
A desligar os grupos, está a lógica e a racionalidade: a Selecção tem 1 jogador fora-de-série e mais uns 3 acima da média. O resto são jogadores que não se destacam, mas que podiam fazer uma grande equipa. Mas não fazem. Não somos uma equipa, quanto mais uma grande equipa. Temos, aliás, a pior Selecção dos últimos, no mínimo, 16 anos.

O Presidente da Federação passava facturas nos corruptos.
O Seleccionador é bom homem (e é isto).
O Capitão é uma anedota.
Os jogadores são medianos.
Convocam-se jogadores que dias antes "não se enquadram naquilo que queremos para a equipa".
A preparação foi ridícula, com uma folga a cada dois dias de trabalho.
O circo foi montado e os palhaços quiserem participar.


Agora que o leitor já acha que não sou patriota, desejo que enfie o seu patriotismo num local onde ele caiba.
Já vibrei, festejei e chorei por Portugal. E não estou a falar de choros na final do Euro 2004, isso é para meninos.
Quero que Portugal ganhe, mas sei que não merece. E aponto o que vejo de mal. Porque só crescemos com crítica, desde que seja fundamentada.

Vamos ser objectivos. Mas que pouca vergonha é esta da Selecção:
- andar a desfilar de charrete? 
- ser recebida pelo Presidente da República? 
- ser convidada para almoços na Fundação Champalimaud? 
- ter um aparato destes? 
- ter a cobertura da viagem de avião para a Polónia como se tratasse da primeira ida à Lua?

E porque razão a Federação e o País alimentam isto? Já ganhámos alguma coisa? É que parece. Se isto é assim agora, como será se ganharem alguma coisa? 
É hora de trabalhar, com afinco, não de andarem a fazer de vedetas de Hollywood. 
E já agora, não podem fazer uma reportagem sobre a cor de papel higiénico que os jogadores usam? E sobre a cor das cuecas do Ruben Micael (oi?)?

Estes meninos mimados, que representam o País, até fazem fretes nas cerimónias. O Capitão trata o Presidente da República por você. No fundo, o Presidente é o C'stiano, certo? Tu cá-tu lá. Faz sentido.

A Selecção, como a conhecíamos, acabou. Neste momento é um clube, mas no mau sentido.
Há anos atrás, achava-se que Rui Costa já não servia para número 10. E como não havia outro tão bom, contrataram o Deco, brasileiro. O mesmo brasileiro que meses antes tinha dito que não queria jogar por Portugal, por ser...brasileiro. Mas entretanto como não foi chamado para o seu...Brasil, acabou por ceder. Bonito.
Ou quando necessitámos dum ponta-de-lança, porque Nuno Gomes já pouco jogava no Benfica e não havia nenhum goleador português. O que sucedeu? Isso, outro brasileiro. Liedson. Contratado.

Não se trata de xenofobia. Trata-se da Selecção Portuguesa jogar com Portugueses. Para muitos é estranho. Para muitos, é normal que se naturalizem jogadores só porque dá jeito. Mas isto é uma competição saudável entre Países ou um conjunto de equipas que se reforçam noutros Países só porque dá jeito? Que pouca vergonha...

Mais, porque razão a Federação tem o hotel mais caro de todas (repito, todas) as Selecções? É necessário? Estamos a falar de diferenças abissais para os restantes.
"Ah, mas é dinheiro que a UEFA deu como prémio do apuramento e os impostos dos prémios e mais o diabo-a-sete são pagos em Portugal". Meus amigos, é mais importante irmos gastar uma pornográfica quantia de dinheiro em estadia ou investir esse dinheiro no futebol do País? No futebol de rua, dos pequenos clubes, de se criarem ou remodelarem infra-estruturas para os miúdos crescerem com condições para a prática do desporto?

A comunicação social, por motivos económicos, quer mostrar que os Portugueses estão com a sua Selecção. Que estão loucos por ela. Mas não estão. Não há ligação, não há química. 
Tal como num grande amor que desaparece, porque deixa de haver chama.

Já agora, somos favoritos ao quê? São tratados como heróis...mas algum dia ganhámos alguma coisa? 


Que amanhã Portugal ganhe. Amanhã e sempre. Mas não irei sofrer como dantes. O meu Portugal tem outros valores.

24 comentários:

  1. Subscrevo (excepto a parte do seleccionador ser um bom homem... já foi)

    ResponderEliminar
  2. "A comunicação social, por motivos económicos, quer mostrar que os Portugueses estão com a sua Selecção. Que estão loucos por ela. Mas não estão. Não há ligação, não há química.
    Tal como num grande amor que desaparece, porque deixa de haver chama."


    Tal e qual. Grande texto POC

    ResponderEliminar
  3. Gostei de ler!! finalmente alguém que diz alguma coisa de jeito sobre o assunto!!! não percebo muito de futebol, não sei o nome de todos os jogadores que lá estão ... mas acho patético o dinheiro que se gasta, os "programas" que se fazem, as vedetas que eles vestem e o dinheiro que eles ganham. RI-DI-CU-LO. e não é em passar tardes no spa que se ganham jogos de futebol. como aliás se já se viu.

    ResponderEliminar
  4. Um dos teus melhores textos dos últimos tempos, assino por baixo!

    ResponderEliminar
  5. Parabéns. Óptimo texto.
    Concordo com tudo mas agora que role a bola. No fim fazemos contas.

    ResponderEliminar
  6. X
    (eu assino de cruz)

    Esqueceste de falar daquela música ridícula que supostamente deve incentivar os jogadores. A mim incentiva-me a desligá-la.

    Enfim, é uma palhaçada. Nem sei como não recrutaram jogadores no Chapitô... A única coisa que sei é que esta que escreve não vai arrastar-se ao aeroporto para receber estes seres andantes, nem vai voltar a chorar baba e ranho por eles. Pelo menos até termos uma seleção com a qual me identifique.

    ResponderEliminar
  7. Adorei ler este post!!Transmitiste exactamente o que sinto.Isto é MESMO um circo!Nunca mais tivemos uma Geração de Ouro.Estes miúdos nem tem noção da responsabilidade que carregam nas costas e estão-se nas tintas.E depois há pessoas que vibram....tenho é pena dos atletas paralímpicos,que não são tão valorizados nem acarinhados como os "astros" da bola....

    ResponderEliminar
  8. @Carlos Alberto, ainda lhe dou o benefício da dúvida.

    @Elsa,
    @Sintonia,
    @Sufocada, obrigado.

    @J.P. Gonçalves, obrigado, a bola já rola. Tempos de Euro/Mundial são épicos. Devia ter feito a caderneta ;)

    @Uma Rapariga Simples, qual é a música?

    @Mamã de Salto Alto, bem dito em relação a paralímpicos e outros atletas.

    ResponderEliminar
  9. Meu querido POC, excelente analise, bom texto e acima de tudo, honestidade. Esta palhaçada nada tem a ver com ser-se ou não "bom" português. Felizmente que o futebol não é o unico desporto em Portugal (não se esqueçam!).

    Tesão do mijo, como sempre.

    ResponderEliminar
  10. @nAnonima, obrigado minha cara :) Estava a apostar muito num e-mail seu ou doutras leitoras...mas nada :/

    ResponderEliminar
  11. Não temos equipa para passar sequer da fase de grupos.
    Já que se falou em atletas paralímpicos, devo referir que são, de longe, de todos os atletas de alta competição, os mais medalhados! E no entanto os seus feitos passam despercebidos...

    ResponderEliminar
  12. querido Poc, sabes que sou timida... e pouco te poderia mostrar... sou feia que doi! (mas tenho bom coração ;)

    ResponderEliminar
  13. @Ana, concordo, se a lógica prevalecer, não passamos sequer do grupo.

    @nAnonima, aqui, no Simão Escuta, não olhamos à beleza dessa forma. Importa é participar.

    ResponderEliminar
  14. Afinal é a da Adidas.

    http://youtu.be/SPvnjaM0Lxs

    ResponderEliminar
  15. A minha selecção entra em campo a 2 de Julho.

    ResponderEliminar
  16. POC,

    Amanhã, às 19:45, se tudo correr bem, estamos a caminho de mais um título, o título que pode ser o simbolismo da vitória sobre a corrupção...

    Falo do Hóquei e não troco ver esse jogo pelo jogo da Selecção!

    O Benfica está acima da Selecção para mim e, por isso, quero que Portugal ganhe, mas não perco um único segundo de sono pela selecção..

    ResponderEliminar
  17. Adoramos seu post!!! Passem agora no TC e confiram os looks lindos que escolhemos para o dia dos Namorados!!!

    ResponderEliminar
  18. Estou contigo, POC.
    E que siga a banda...

    ResponderEliminar
  19. Sr Dr POC... texto do camandro! Muito bom homem. Adorei. Alguém teve-os no sítio para descrever uma situação deplorável no mundo desportivo português. Por mim não ganhavam. Só mesmo para não se armarem em vedetas foleiras, que acham que futebol é cinema mas de Hollywood! Voltavam para casinha e não gastavam mais dinheiro.

    Mete-me nervos o que se gasta com o futebol neste país!!!
    Peço desculpa a falta de patriotismo... mas não consigo concordar com este folclore.

    Beijos e abraços
    S.

    ResponderEliminar
  20. Custa dizer, mas esta "selecção" está carregada de politiquices e, pior que tudo, é a selecção do jorge nuno!
    As escolhas são no mínimo... bizarras, pra não dizer pior!

    Fracasso avizinha-se...

    ResponderEliminar
  21. vim só aqui pôr meio like, que não dou likes inteiros.
    agora que já está, impõe-se a pergunta: as minhas críticas são fundamentadas, né?
    (Portugal o quê? quero é saber do meu umbigo!)

    ResponderEliminar
  22. E está tudo dito!
    Que vergonha todo este circo...

    ResponderEliminar
  23. Estava eu deitado na cama com o computador em cima, pouso-o, fecho o separador da pornografia, levanto-me a custo e começo a bater palmas.
    A minha irmã assustada, chega ao pé de mim e diz: estás a fazer isso mal, não é aí que tens de "bater"!

    (esqueci-me que estava em trajes menores a ver filmes de cowboys...)

    ResponderEliminar