30/01/2011 - Siem Reap - Banguecoque (Diário na Ásia #16)

O despertar foi tarde, e ainda bem. O Jota trouxe-me uns croissants do pequeno-almoço.
Foi despachar, pagar e seguir para o mais bonito aeroporto do mundo, pelo menos até agora. 


À despedida, e já magro para xuxu, tempo para convidar as cambojanas para uma última dança.





Eram cerca das 14 horas. Esperámos e lá fomos nós para Banguecoque, desta vez, se não estou em erro, pela Bangkok Airlines. A habitual benção e 45 minutos depois estávamos a aterrar, eram 17:30.

O Jota viu a sua ida à Austrália complicada, pois era necessário tratar de muita papelada para se conseguir entrar. Sendo assim preferiu ficar pela Tailândia e Laos. Acho que faz bem.

Arrancámos do aeroporto para o MBK, para as últimas compras, incluíndo uma mala para eu regressar com a nossa tralha toda.
Daí fomos até ao Baan Dinso, o hostel que nos recebeu nesta odisseia, onde estava um cacifo com mais coisas para trazer. Juntámos tudo na nova mala e eu segui para o aeroporto, pois minutos após a meia-noite irei apanhar o avião para Zurique.

Despedimo-nos com um abraço, agradeci-lhe por tudo. E ainda lhe enviei uma mensagem, dizendo que gosto muito dele (pausa - à distância de ano e meio, isto é ridículo, o Jota é um anormal, não dá para gostar assim tanto - oxalá ainda possamos ir para África!). Os últimos dias foram só problemas e pouco divertimento. Lamento.

Tenho bilhete para executiva pela primeira vez (isto também não me vai sair barato) e com cadeira de rodas, para não andar quilómetros lá dentro a pé e com as malas. De início pareceu-me tudo um exagero, mas acreditem, ainda bem que assim é. Estou esgotado e nem pensar que estou recuperado.

Se não vos escrever amanhã, já sabem, comida para os peixinhos. Bom, e quero aproveitar esta oportunidade que me estão a dar para, no momento da minha partida para o Reino de D'Eusébio, seja isso esta noite ou daqui a 100 anos, colocarem o meu cachecol encarnado comigo. 
Ouvi dizer que lá faz frio.

14 comentários:

  1. Deixas-te as senhoras sem graça POC, até doente... ;)

    ResponderEliminar
  2. e assim acabou a jornada, ou ainda há post da viagem de volta ?

    ResponderEliminar
  3. Pois, as portuguesas não te passam confianças, foste enganar as estrangeiras, pois é, eu topo essas cenas à distância!

    ResponderEliminar
  4. Essa viagem,é para a vida.A próxima é Austrália,mas essa não dá para ser de mochila às costas...

    ResponderEliminar
  5. Pena ter acabado assim... bela viagem, grande experiência, malditos bicharocos...

    btw... Team "Cabelo curto, JÁ!"

    ResponderEliminar
  6. Gostei da viagem, tiveste a brilhante ideia de ir escrevendo tudo o que passava para não te esqueceres. Devia ter feito o mesmo!

    PS: POC, de certeza que não queres cortar a trunfa?? As tuas leitoras deviam fazer greve de mostrarem os seus soutiens até que tu mostrasses a tua cabeça rapada! :P

    ResponderEliminar
  7. Mas os rickshos não sao puxados a bicicleta ? o que é que a mota esta ai fazer, e mais o que é que estas tu a fazer na mota?


    2w

    ResponderEliminar
  8. concordo, corta a trunfa... ficas um malho ;)

    ResponderEliminar
  9. Pena não teres podido continuar, ainda por cima pelas razões que foi, mas enquanto houve saúde deve ter sido fantástico. Obrigada por partilhares este diário com os teus leitores.

    Quanto aos últimos desejos, faz lembrar uma altura em que avisei duas pessoas que se um dia morresse, queria ser enterrada à sombra de um sobreiro, num sítio especial para mim.

    ResponderEliminar
  10. Grande viagem que deve ter sido :)!

    DESBOCADO!

    http://comentadordesbocado.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. @Sufocada, estava às portas, mas ainda deu para uma dança :)

    @B Cool, ainda há um outro, mas enfim, não há muito mais a dizer infelizmente.

    @Não têm nada a ver com o meu nome!, exacto, então resolvi logo atacar estas senhoras, faz sentido!

    @Mamã de Salto Alto, verdade. A minha próxima não sei qual será, mas América do Sul está reservada para 2013.

    @Susy Pinto, fantástica mesma. Sobre "cabelo curto já", parece que alguém furou a notícia...

    ResponderEliminar
  12. @kikas, não é fácil escrever diariamente. Nunca tinha escrito um diário (sou homenzarrão), mas desta vez fez-me sentido. E ainda bem que assim foi. Para onde foi viajar?
    A respeito do cabelo...novidades para breve.

    @2w, ali são motas, são tuk-tuk's. Eu tenho carta Universal de tuk's (pacote amarelo), dava para conduzir aquilo.

    @nAnonima, se corasse, este seria o momento.

    @Elsa, obrigado eu, por alguns de vós terem gostado.

    @Desbocado, foi mesmo. Mais virão, espero :)

    ResponderEliminar
  13. O jota deve ter pensado "livrei-me do emplastro".

    ;)

    ResponderEliminar
  14. POC, andei por Macau e Hong Kong, e quero voltar às Ásias!! :P

    ResponderEliminar