Cueca explica: como sacar miúdas ricas no Algarve e sobreviver.

A vantagem de sacar uma miúda rica é que normalmente ela tem bastantes daddy issues. Que é o mesmo que dizer: preparem-se porque vão ter de aturar muitas merdas, mas, por outro lado, vão ter ao vosso lado uma tipa disposta a tudo para irritar os paizinhos. Ênfase na palavra: tudo.
Outra vantagem “de caras” é que as tipas andam sempre arranjadas, gostam do bom e do melhor, vão enfiar-vos em todas as guestlists da moda, serão sempre apenas o gajo que as come (rico casa com rico) e elas têm sempre mães tesudas (que, infelizmente, vocês nunca vão comer).
Atenção que, para andarem com estas tipas, têm de estar física e mentalmente na vossa melhor forma, porque não garanto que saiam ilesos deste (curto) relacionamento.
Se acham que looping na montanha russa é baril, experimentem uma simples saída à noite que, de certeza, irá meter comprimidos estranhos, sexo na casa-de-banho, porrada do pai dela que tem aspirações nazis, esquilos voadores e uma passagem pela prisão.
Ok, talvez não os esquilos.
Mas como chegar até estas alminhas?
Não, oferecer-lhes coca à saída da discoteca do Ronaldo poderá não ser a melhor ideia. Tens de te concentrar nas zonas bem do Algarve, como Vilamoura ou Manta Rota.
Mesmo de biquíni são fáceis de identificar: são as tipas em topless com reduzidas mamas, já com aspecto de 1 mês ao sol, uma garrafinha de óleo solar para fritar, maquilhagem, cabelos esticados e um amigo saco que nunca as vai comer a orbitar à volta, trazendo-lhes bebidas.

Baby, eu vou dos 0 aos 100 numa linha de coca.


No Algarve (e não só) há sempre uma amiga de um amigo que é podre de rica (normalmente a rica-feia), que tem outras amigas ricas-boas. Come essa.
Outro truque é aparentares ser uma pessoa completamente diferente dos tipos com que ela costuma andar. Sim aqueles betinhos de pólo e sapatos de berloque que não sabem pinar.
Outra coisa - quanto pior aspecto tiveres, mais o papá se vai zangar, logo: success. Não durmas durante 3 dias, não apanhes sol, usa a mesma roupa durante uma semana, pega naqueles All Star de 1996, enrola um charro e veste o casaco de cabedal coçado.

Miúda...vou dar-te a trip da tua vida. Nunca bistes nada assim, .....yeah.

De qualquer forma, prepara-te, enche-te de sais de frutos, despede-te dos teus amigos por umas semanas, recosta-te na cadeira, aprende a dizer: traga-me mais um Whisky Clarinda, e aprecia a viagem.
Provavelmente vais sair dela pelo menos um pouco mais rico e com uns lavagantes com caviar regados a Moët Chandon no bucho.

32 comentários:

  1. Vou-me reformar. A Rosa Cueca dá conta disto.

    Parabéns!
    E obrigado. Vou ali dar um mergulho à praia, não sem antes me despentear, vestir roupa velha e manhosa e cavar bem as olheiras. A vida, está garantida.

    ResponderEliminar
  2. Hey, isto afinal parece ter pernas para andar !!!!

    Será que nos conhecemos de algum lado?

    Essa frase "Miúda...vou dar-te a trip da tua vida. Nunca bistes nada assim" fez parte do meu vocabulário diário (sem grandes resultados palpáveis diga-se) durante pelo menos 1 verão inteiro há uns anitos atrás !!!!!

    ResponderEliminar
  3. POC isso tudo para dizeres que vais à praia?
    ...

    :D

    ResponderEliminar
  4. Simão, grande contratação! Mais níbel no blog! Bunito de ver. Ri-me à grande. Espero por posts pras meninas!!

    ResponderEliminar
  5. Faltou-te a parte do “eu também conheço bué gente com dinheiro, mas de que é que isso lhes vale, meu?"

    ahahah

    ResponderEliminar
  6. Só não percebi essa do não papar as mamãs das riquinhas...
    É practicamente inevitável (se forem boas, claro)!!!!!

    ResponderEliminar
  7. Tá em altas, esta coisa.

    Mas efectivamente é preciso muito tempo disponível para congeminar planos destes...

    Felizmente que alguém os traça e escreve aqui no blog do POC.

    ResponderEliminar
  8. rosa cueca no seu melhor

    2w

    ResponderEliminar
  9. Um bocado sacado da Vice, não?

    ResponderEliminar
  10. Tenho uma miúda aqui na ilha que se chama Rosa.

    Gosto muito da Rosa em cuecas.

    Também gostei muito do post.

    A minha dúvida, como sabe tanto a Cueca sobre miúdas ricas? É a Rosa uma miúda rica à espera que alguém ao ler este post faça o favor de a procurar? e apareça tal e qual ela gosta deles?

    Bem vinda.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Germano, para falar a verdade foi o meu amigo N. que vai para lá passar férias e me confidenciou que as ditas moças são do seu agrado, ao que eu lhe expliquei que como ele é aprumadinho demais, nunca lá haveria de chegar.
    Tivesse o moço mais dinheiro e se chamasse Salvador e poderia ter um desfecho muito diferente na vida lol

    ResponderEliminar
  12. not quite that Vice.

    this Vice

    http://www.vice.com/pt/read/o-guia-vice-para-namorar-miudas-ricas

    :D

    ResponderEliminar
  13. Epá luís, isso é LINDO! No dia em que escrever assim fico contente.
    Mas a inspiração não veio daí :s aliás, uma pessoa até se sente mal, porque mete os meus conselhos num cantinho lol.

    ResponderEliminar
  14. Até tinha curtido o post, mas depois de ler o link do Luís...esquece lá isso!

    ResponderEliminar
  15. Malta, como é, tenho que vos retirar as minis e substituí-las por sumos de laranja naturais e sem gelo?

    Plágio é da tmn ao Simão Escuta. A Rosa Cueca já explicou, a conversa dum amigo levou a isto. E ainda bem!

    ResponderEliminar
  16. Bolas! Porque é que eu não sou um gajo????
    - Tenho olheiras
    - Tenho o cabelo despenteado (nem que seja pelo vento)
    - Entre outras coisas que hoje fazem de mim uma pessoa com mau aspecto

    Raios! Que vida injusta!

    ResponderEliminar
  17. Em último caso, pode utilizar-se a o jogo baixo. É certo e sabido que essas tipas adoram misturar cenas maradas nas bebidas para "curtirem a noite". Ora, o Rohypnol faz milagres. Se não sabem o que é, vão ver à net.

    E mais não digo.

    ResponderEliminar
  18. Mas já pararam para pensar que isto da net é um mundo gigantesco no qual várias pessoas podem ter a mesma ideia, sem que isso constitua plágio? E mais: nem toda a gente conhece esse site. Eu, por exemplo, nunca tinha ouvido falar disso...Vice só mesmo o Vice City e o GTA com o mesmo nome.

    Curioso que também nunca tinha ouvido falar dos blogs do pessoal que acha que foi plágio...tentem enveredar por essa via, pode ser que ganhem mais visibilidade.

    ResponderEliminar
  19. Hey Dexter (tens nick de série do AXN) chill out man!!

    O ppl estava na tanga.

    Eu não tenho nenhum blogue, sou iletrado para conseguir ter um.

    E mesmo que não fosse iletrado, eu venho falar mal dos blogues dos outros, depois eles iam ao meu falar mal do meu,,,, assim não tinha piada.

    ResponderEliminar
  20. Acabaste de desvendar os meus segredos todos!

    E agora como é que eu vou sobreviver em Vilamoura ou Manta Rota, serei facilmente identificada e eles não me vão largar... Não podes escrever um post sobre como despachar um rapaz em 10 passos?

    Bom Post ;)
    Continua, que os rapazes bem que precisam de aprender umas coisas*

    ResponderEliminar
  21. foda se....... ca ganda merda..... poc, ou és tu a escrever ou nunca mais ca meto os pés.... foda-se

    ResponderEliminar
  22. Por acaso já tinha lido o artigo da Vice, e, após ler este fiquei a pensar "Porra, este é que devia estar na Vice".

    Quem diz que é plágio é burro, porque apesar do tema ser semelhante, o conteúdo é totalmente diferente.

    Granda postadela!

    ResponderEliminar
  23. E eu que domingo vou para a Manta Rota!!!

    ResponderEliminar
  24. Sim, Dexter, pareces demasiado nervoso. Da minha parte não acusei ninguém de plágio.

    Apenas sugeri que a autora se tenha inspirado naquele texto. Aquele texto não é o original, a propósito. É uma tradução.

    E ter a mesma ideia não é abordar essa mesma ideia da mesma forma.

    A mim bastou-me a justificação da autora (que nem sequer tinha de a dar), escusas de te armar aos cucos.

    ResponderEliminar
  25. É pá vocês andam muito cócós...

    Aparece uma miúda e o pessoal vira todo intelectual

    ResponderEliminar
  26. Absolutamente estupefacto!

    A descrição (apesar de potencialmente ou realmente, por intuição refiro isto, verdadeira) deixa-me sem energia aí para cima de uma porrada de tempo...fosgasse... eu até gosto de sexo (de coisas e lavagantes, pois... não é a minha praia) , mas esta descrição faz-me adorar leite com bolachinhas...
    Imagino-me numa reforma dourada com os meus chinelinhos, as suissas por aparar um banhito diário e uma comida vegetarianita...porque isso é que é vida... da boa :)... posso é meter umas bejecas e um porto para animar é o máximo aonde posso ir... depois deste texto maravilhoso!

    ResponderEliminar
  27. Rosa Cueca,

    Gostei muito do teu texto, embora ja conhecesse o da Vice, que realmente é traduzido. Esta cena do plagio é tramada, porque as pessoas podem mesmo falar sobre os mesmos assuntos de forma semelhante (especialmente este tipo de assunto-estereótipo.)

    Da minha parte, que amo o POC de coração, acho que és muito boa (lol), tens uma escrita fresca e gosto de te ver por cá. Continua, o POC que vá treinar (a camada infantil, lol) o Benfica!!!!

    Beijo, cuequinha ;)

    ResponderEliminar
  28. Cum catano. quero mais posts desses faxabore.

    ResponderEliminar
  29. Bem vinda Rosa,

    Post interessante e que pode ajudar muito aspirante a Zeze Camarinha nas suas lides lá no Alvor...

    Agora, como nunca é demais aumentar a exigência, deixo um repto ao chefe do tasco:

    Apercebi-me que a chegada da Rosa Cueca tende a aumentar o, já de si, elevado número de fotos de "babes".

    Por isso, carrega POC!!!

    ResponderEliminar
  30. Grande texto! O Luís do Vice não sou eu... Apesar de ter gostado, já estou de link aberto e pronto a cultivar-me. O saber não ocupa lugar e isto é o tipo de assunto que merece várias leituras para interiorizar :P

    Grande contratação sim senhora! ;)

    ResponderEliminar