Democracia não é isto, Benfica

Relatório e Contas chumbados ontem à noite.

Como sabem, tenho uma posição contrária à dos 90% das últimas eleições. Não concordo com muito do que se tem dito e feito, não compreendo determinados pontos. E continuo a ver o Benfica sem ganhar continuamente. 
São já 10 anos de Luís Filipe Vieira, com pouquíssimos resultados desportivos. 2 campeonatos, 1 Taça, 1 Supertaça (que pouco conta), 2 ou 3 boas campanhas europeias e é tudo.

Luís Filipe Vieira ajudou o Clube, revitalizou-o, modernizou-o e lançou campanhas de marketing nunca antes vistas no desporto Português. Voltámos a ser competitivos e as modalidades cresceram. E eu agradeço por isso. Mas...

Na minha humilde opinião, e após tantos anos de insucesso, o actual Presidente não se apresenta como solução para o futuro. Falta-nos dar mais um passo: ganhar. Ganhar continuamente. Falta crescermos ainda mais, falta ser, novamente, maior que Portugal. E quem sabe do que falo, entende esta frase.

Agora, o facto de não concordar com o rumo do Clube, não faz com que concorde com os moldes da Assembleia de ontem. Compreendo o desagrado de muita gente, mas o Benfica continua a ser democrático. Os sócios não podem fazer duma assembleia um jogo de futebol. Temos de respeitar toda a gente e, no momento certo, mostrar a nossa indignação de forma civilizada.
Como?
Votando em branco as Contas e esperando pelas eleições para mostrar o que sentimos. De que adianta reprovar as contas? Vão ser apresentadas novamente...mas serão iguais, não há grande volta a dar. Mas sim, podemos votar contra para mostrar a indignação. Não podemos é cair num clima de intimidação. Cada sócio é livre de pensar e agir. Todos devem conseguir falar ordeiramente, explicar os seus pontos de vista. Acredito que todos queremos o melhor para o Benfica.
Ah, e votos com braço no ar não são solução. O voto é secreto, ponto.

Não sou um expert em contas ou em finanças. Sei o suficiente para perceber que os nossos Activos desceram com a crise, o que ajuda a desiquilibrar a balança. E sei que o Passivo continua a aumentar a olhos vistos e que fazemos muito, mesmo muito dinheiro com quotização, bilhética e prémios da Liga dos Campeões.
Sei também que ser Campeão e não passar da Fase de Grupos é financeiramente pior que ser 2º classificado no Campeonato e chegar aos quartos-de-final da Champions. Mas nós queremos, precisamos e também vivemos de títulos. E eu não os quero festejar somente de 5 em 5 anos.

Sinto-me perdido muitas vezes, não compreendo determinadas opções, negociações, discursos. Não há informação, não há esclarecimentos. 
Senhor Presidente, aceita receber-me para me explicar o rumo do Clube e determinadas opções? 

Rui Costa, onde estavas tu ontem? 50 votos são 50 votos, tu e mais um grupo de amigos conseguiriam dar a provação das contas. Porque não apareceste num momento destes?


É bom ver o Benfica vivo e interessado, mas vamos tentar respeitar o local e as pessoas. Por Cosme Damião.

Nas eleições, e se nada de transcendente acontecer, irei mostrar o meu desagrado no boletim de voto.

8 comentários:

  1. Bem dito.
    O POC também sabe tratar assuntos sérios com seriedade. Fica sempre bem.

    ResponderEliminar
  2. @J.P. Gonçalves, assunto sério mesmo. Obrigado, abraço.

    ResponderEliminar
  3. POC, mais que as contas, que terão q acabar por ser aprovadas, este foi um sinal para quem tinha medo, de que os sócios estão fartos de LFV.
    Não é preciso ter medo, e foi por isso que votar contra foi importante.
    Também queria dizer que, não obstante o petardo, em geral todos puderam exprimir a sua opinião, Bruno de Carvalho e Vieira inclusivé, e que o calor da AG de ontem não passou disso mesmo, e foi revelador do péssimo estado das contas e dos resultados do clube.
    Também noto que LFV não respondeu a uma única das perguntas que um dos sócios, com muita ponderação e elevação, colocou, em específico, sobre as contas do clube, nomeadamente quanto à perda de receitas de quotização, em sentido contrário a tudo o que LFV tem vendido aos sócios.

    ResponderEliminar
  4. @Mantorras Rei do Futebol, exacto, as contas têm de ser aprovadas. E sim, muitos de nós estamos cansados da conversa populista nas Casas e depois...é o que se vê.

    Já sabes qual é a minha opinião: mudança.

    ResponderEliminar
  5. Grande analise POC...


    P.S. Ontem nem tive tempo para te responder mas já percebeste que estavas a fazer confusão, não percebeste? A AG foi mesmo do clube... LOL

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Ainda não percebi o problema de as contas terem sido chumbadas... se existe essa opção os sócios não a podem usar?? toda a gente sabe que não foi por causa das conta em si, mas sim por causa do rumo que este presidente tem tomado.

    ResponderEliminar
  7. A taça da liga não é uma competição oficial?

    Que os rivais a ignorem é uma coisa, agora que os próprios benfiquistas o façam é que não dá para entender.

    Para ganharmos qualquer uma das 4 taças da liga consecutivas tivemos de ganhar ou eliminar o Porto e o Sporting na final ou nas meias finais. Além disso, é um feito único na história já que nunca antes tínhamos ganho uma competição oficial 4 vezes seguida.

    Esquecer isto não é honrar a história do clube.

    Já a AG foi mais um capitulo da luta das claques contra uma direcção. Mais uma vez marcada por intimidação e violência. Não será assim que o Benfica ficará mais forte.

    ResponderEliminar
  8. @Carlos Alberto, grande confusão mesmo. De qualquer forma, vou ver das acções, para ter o mínimo. Abraço!

    @Anónimo, na verdade as contas terão que ser aprovadas, não podem ser cozinhadas. Foram auditadas pela KPMG, salvo erro. O que não quer dizer nada por aí além.
    Mas sim, estamos de acordo, a questão foi para além das contas.

    @71460_5/8, a Taça da Liga é oficial, mas é um troféu menor, tal como a Supertaça o é. São quase como que torneios. Gosto, adoro até, ganhá-las. Mas quando falamos de títulos, falamos de Campeonatos e Taças. E competições europeias lá fora. Não vale a pena desvirtuar isso.
    E na Taça da Liga, os clubes rodam jogadores, jogam quase por obrigação.

    Concordo que não é assim (com o que se passou ontem) que ficaremos mais fortes.

    ResponderEliminar