"Enviado do meu iPhone" (para perder leitores)

Aí está. A rubrica (sem acentuação) por qual todos esperavam. Agora sim, mais um motivo para deixarem de seguir o tasco. O Autor vai fazer pouco de mais uma boa franja de indivíduos, inclusivamente dalguns sujeitos.

Todos, ou quase, utilizamos o email de forma profissional mas também pessoal. E no campo pessoal, até podemos utilizar o email como forma de conversação. Eu, ser superior, não utilizo ferramentas de chat. Quem quiser falar, que o faça por email. E é por isso que aprecio sempre bastante quando recebo emails que dizem "Enviado do meu iPhone" ou "Enviado a partir do meu smartphone Blackberry. www.blackberry.com".


Porque razão é que eu tenho de saber donde enviam os emails? Se um dia tiverem um Samsung Galaxy POC 24 HD PRO Premium Ultimate Cenas, vão continuar a assinar assim? Não basta o nome do utilizador?

Sugestão aceitável:
- email - POC
- telemóvel - POC Mobile
- tablet - POC Tablet

Se tiver um telemóvel que não é fashion, será que também aparece essa mensagem? Pois claro que não. Por isso deixem-se de caganças.

A sério, poupem-me às assinaturas das marcas. Sim, já sei que vem pré-definido. Então alterem. Senão vou ter que fazer pouco de vocês. O quê? Não me enviam emails? Tudo bem, mas interiormente sabem que estão a ser gozados.

35 comentários:

  1. Eu não mando e-mails, asm ainda que mandasse não ia aparecer nada disso, porque eu tenho as assinaturas desactivadas em tudo quanto é aparelho...

    ResponderEliminar
  2. @Timido, espero que estejas comigo nesta luta.

    ResponderEliminar
  3. o meu ainda é dumbphone, não assina nada. E pelo andar da carruagem, qq dia moro numa caverna sem qualquer contacto com o mundo.

    ResponderEliminar
  4. É verdade, é verdade (Enviado do meu WC)

    ResponderEliminar
  5. Em primeiro lugar tu não mereces emails e sabes muito bem porquê.

    Em segundo lugar, não queres queixar-te de mais nadinha, não?

    ResponderEliminar
  6. O meu vinha pré-definido "Sent from my iPhone" e eu mudei para o meu nome mas não tirei o "iPhone" porque sou bimbo.

    É um pouco como ter o logo ou etiqueta da marca da roupa que estamos a usar bem visível... Já vem de origem mas podes sempre tirar... mas ninguém tira porque se gastam $ querem que as pessoas sabem que se gastou.

    Há lá coisa mais estúpida e fútil? Não...

    Sent from my iPhone

    ResponderEliminar
  7. Eu tiro as etiquetas todas sejam de que marca forem. Invariavelmente fazem-me comichão.

    ResponderEliminar
  8. Odeio isso...
    Sim, já todos percebemos quen tens um iPhone, nomeadamente pelas 1555 fotografias tiradas a pregos no pão via instagram.

    ResponderEliminar
  9. @Elsa, já não passo sem email no telemóvel, rua dessa caverna :)

    @Carlita, GOLD.

    @Não têm nada a ver com o meu nome!, não se preocupe, haverão mais oportunidades para eu achincalhar o leitor.

    @B., pintarolas...mas tu percebes da poda.

    ResponderEliminar
  10. @Rosa Cueca, muito bom. Mas não me estragues um dos próximos temas: Instagram.

    ResponderEliminar
  11. és um otário...


    Enviado do meu computador de trabalho que a empresa me deu. É um IBM Thinkpad Lenovo L510. Tem processador intel Centrino 2. Enviei clicando em send através do meu rato Asus sem fios equipado com uma pilha AA da Duracel, utilizado sobre um tapete Kensington.

    ResponderEliminar
  12. Com todo o respeito, vai à merda :)
    sabes bem qual a lógica de estar lá isso...

    ResponderEliminar
  13. @Aquele Gajo, melhor resposta até agora, está a valer um post.

    @João Morgado, mas vou quando, agora?

    ResponderEliminar
  14. Meh, eu nem utilizo o e-mail no telefone. Sei lá eu mexer naquela geringonça.

    ResponderEliminar
  15. Não me incluo aí porque o meu telemóvel é limitado em termos de acesso à net ahahaha

    ResponderEliminar
  16. @Sufocada,
    @Kim III, antes não ter email no telemóvel do que enviá-los daquela forma ;)

    ResponderEliminar
  17. POC tu vives mesmo na idade da pedra pah.

    Então não sabes que é chique aparecer essa merda no final dos emails?

    Dá uma ideia de riqueza,mesmo que tenha sido roubado ou pago a 80 meses.

    Como também é muito chique aparecer alguém a seguir e dizer:
    Ah eu tenho um Iphone (ou outra máquina qualquer) mas retirei isso porque acho ridículo.

    Bem agora vou á vida,é que tenho de ir ao Porto,mas vou no MERCEDES porque o FERRARI está na revisão.

    ResponderEliminar
  18. Isso não é a minha cena.
    Eu nunca tive um telemóvel com internet.
    Eu nunca tive um telemóvel com câmara fotográfica.
    Ou com radio, ecrãs grandes ou cores.

    Mas tenho um telemóvel. O que já é um avanço em relação a duas latas unidas com uma corda e uma pessoa a falar em cada extremidade.

    ResponderEliminar
  19. @Tomé Silva, brilhante intervenção. Devia ter pensado nisso "tenho um iPhone mas não escrevo sent from my iphone até porque faço questão que as pessoas saibam que tenho um".

    @2w, se puder, depois envie uma fotografia desse protótipo.

    ResponderEliminar
  20. Olha, já sabes a minha opinião "Via Mail", e também sabes porque o fiz assim.

    Seja como for, aplaudo sempre o gajo(a) que te manda à merda.

    :P

    ResponderEliminar
  21. @Germano Bettencourt, vai sair inquérito disciplinar.

    ResponderEliminar
  22. É o equivalente a óculos Ray-Ban com o autocolante na lente?! :)

    ResponderEliminar
  23. Opah... esquece lá isso agora...
    MAS TENS RAZÃO!

    ResponderEliminar
  24. ui, tanta gente a picar-se ... que sensíveis, admitam mas é a bimbalhice. Há 15/20 anos eram as camisas e polos RL, agora é iPhones, o tempo passa mas já nem as moscas mudam

    ResponderEliminar
  25. Eu também fico todo ressabiado quando recebo emails desses! Eu também queria um iPhone ou BB mas não tenho onde cair morto! Pá, deixem de me esfregar na cara o quão esterco eu sou! Isso não se faz a um invejoso como eu!

    ResponderEliminar
  26. @xavi, touché.

    @IceColdCrash, bem-vindo(a).

    @B Cool, eish, ui, au :)

    @Anónimo 02:08, deixe-se estar do lado dos bons, dos que não têm iPhone.

    ResponderEliminar
  27. Por acaso acho que as mensagens deviam ser personalizadas, não configuráveis e dependentes da situação.

    Do estilo:

    "Sent from my :

    - stolen from the rich kid at school"

    - paid on credit for X months"

    - bought on an inverted auction"

    - bought on ebay for X$"

    - borrowed from just to impress"

    - which I use only to make phone calls and text because money can't buy brains"

    ResponderEliminar
  28. @Unknown, acaba de me dar uma ideia... :)

    ResponderEliminar
  29. As vezes também perco leitores. Mas normalmente encontro-os entre as almofadas do sofá. É lá que perco a maior parte das minhas merdas. :|

    Enviado do meu ábaco.

    ResponderEliminar
  30. @Aflito, chegas aqui assim, mandas a piada, vais embora e eu apanho os cacos, que a malta assim deixa de cá vir e vai só ao teu. Respeita-me pf.

    ResponderEliminar
  31. Vou mandar-te um tijolo à tola com a marca das obras da minha cozinha. Pode ser?

    ResponderEliminar
  32. @Uma Rapariga Simples, faz parte da geração iPhone?

    ResponderEliminar
  33. Eu tenho um smartphone (nem vou dizer a marca para não apontarem o dedo aqui à pretensiosa) que foi pago a pronto com o dinheiro que eu ganho com o meu trabalho honesto (e ainda sobrou dinheiro para jantar fora de vez em quando e pagar as contas no próprio dia em que as cartas chegam a casa).

    Não mudei essa definição porque sinceramente nunca me passou pela cabeça que uma simples frase pudesse ofender alguém ou ditar o meu carácter!

    Gosto de marcas porque, para mim, são sinónimo de qualidade (estou a referir-me a roupa, electrodomésticos, etc.) e embora abomine peças que tenham um "logo" do mesmo tamanho que a dita, não vejo razão para andar toda paranóica a tentar esconder a marca dos meus pertences para não ferir as susceptibilidades e a parca auto-estima (será isso?) dos outros. Serei má pessoa, por isso (como o POC sugeriu, num comentário a montante)? Não me parece! Ou então temos definições diferentes para a expressão "má pessoa".

    Eu não tenho um Porsche Cayenne (mas hei-de lá chegar, se Deus quiser) mas não desdenho nem julgo quem o tenha. Sinceramente, quando vejo alguém a passear-se no seu Porshe Cayenne a única coisa que me passa pela cabeça: "És mesmo giro (o carro (e, eventualmente, o dono)) e um dia hás-de ser meu!"

    Não consigo perceber as pessoas que por um lado passam a vida a dizer que os portugueses são uma cambada de preguiçosos e invejosos que só estão bem quando o vizinho está igual ou pior que o próprio mas por outro lado saem-se com coisas destas.

    Susana

    ResponderEliminar
  34. @Uma Rapariga Simples, ámen :)

    @Anónimo Susana, compreendo o comentário, mas apenas porque não terá deslindado o teor do post. Não me faz confusão que alguém tenha algo, desde que não ponha em causa a sua vida.
    O post é uma brincadeira para quem faz questão de assinar e-mails com a marca do telemóvel, não importa qual. Não encontro um motivo válido/lógico para isso.

    É como dizer que fui à praia de Ferrari. Se quero apenas dizer onde fui, de que importa dizer se o meu carro é um Ferrari ou um Fiat Uno?

    ResponderEliminar