Fina ironia?

10 comentários:

  1. Muito bom.

    Faz tanto sentido ele defender o uso de tecnologia na linha de golo como alguns "Diabos" defenderem a verdade desportiva.

    ResponderEliminar
  2. É como "Frei Tomás". Faz o que ele diz e não o que ele faz!

    ResponderEliminar
  3. E disse bem!

    Linha de golo e não para lá da linha...

    ResponderEliminar
  4. Se ele defendesse a tecnologia de 'arbitro impoluto' é que me admirava...

    ResponderEliminar
  5. maravilhoso.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Só falta vir dizer que é falta um guarda redes defender com a mão fora da grande área... :)

    ResponderEliminar
  7. O Baía pedir tecnologia para a linha de golo é como uma prostituta pedir abstinência... :)

    ResponderEliminar

  8. Vergonha seria se o Baía não defendesse o uso de tecnologia. Qual é o problema de ter lutado pelo seu clube como podia, na altura, mas realizar que o jogo sairia melhorado se os jogadores não tivessem de se meter nesses conflitos?

    Mas queriam que ele tivesse ido falar com o árbitro para dizer "eu não sou de intrigas, mas acho que a bola que tentei defender já tinha passado a linha de golo, senhor. O melhor é pararmos aqui o jogo para deliberar o que fazer, já que o fiscal não se apercebeu".

    Também poderia referir que o fiscal tinha os bolsos cheios, ou era vesgo, se isso vos fizesse sentir melhor. Mas seriam as vossas suposições e portanto o porta-voz dessas conclusões deveria ser o vosso capitão, não o do FCP.

    Actualmente, se o Baía tivesse dito que não concordava com a tecnologia, era um prato cheio. Se concordou, também é um prato cheio. A verdade é que não é a opinião dele que vai fazer o benfica mudar toda a estrutura do seu clube. Vocês perdem primeiro dentro de portas, e só depois com os adversários. Não há tecnologia que vos assista dessa forma.

    Cumprimentos,
    ABT

    ResponderEliminar