iPhone, o iDiot e as marcas

A sério, desta vez não sou eu a malhar na Apple. Foi o leitor João Morgado (orgulhoso proprietário dum iPhone) que fez chegar ao tasco. Um homem com fair-play

Não vejo este mupi como uma provocação aos utilizadores de gadgets Apple. Interpreto-o como um alerta de que, muito do que vemos sob uma marca (seja tecnologia, alimentação, vestuário), pode ser adquirido mais barato e com a mesma qualidade.


De qualquer forma uso Android e isso é um alívio para mim, estou do lado do Bem. Mas já fui iDiot noutras coisas.

E vocês, se tiverem boa disponibilidade financeira e puderem escolher, com a mesma qualidade, entre produtos de marca e produtos "linha branca", que fazem? Poupam uns euros ou preferem a marca e tudo aquilo que ela representa?

16 comentários:

  1. Há muita verdade neste muppi e cada mais isso se verifica. Por exemplo, os produtos de linha branca dos hiper mercados não perdem para a maioria das marcas.

    Em termos tecnológicos não domino mas segundo os especialistas há marcas que se valem apenas e só da fama do nome.

    Algumas marcas continuam a manter uma vantagem sobre as "brancas" no que diz respeito a garantias, manutenção, assistência, etc. E isso, muitas vezes, compensa o maior custo de aquisição.

    Agora há a questão do estatuto e isso faz toda a diferença.

    Por exemplo a merda das malas da LV são feias como tudo mas qqr badameco com meia dúzia de tostões no bolso quer ou tem uma. Pq? Estatuto. Apenas e só. É tão bimbo...

    ResponderEliminar
  2. Não sou ifan em geral, mas tenho 1 mac de estimação.
    Há produtos que escolho, não necessariamente pela marca, mas porque o da marca x é, a meu ver melhor. E isso aplica-se a alguns produtos específicos. Fora isso, estou bem com marcas brancas.

    ResponderEliminar
  3. sou absoluta defensora dos produtos brancos, mesmo tendo disponibilidade para pagar mais pelos "de marca", se podes ter a mesma qualidade a um preço mais acessível, na minha opinião ir pagar mais pelo mesmo item é idiotice. Agora quando falamos da Apple falamos de outro assunto, n há "marca branca" que a substitua, ainda ninguém conseguiu apresentar as mesmas qualidades e o mesmo software...e por sou uma adepta incondicional da maçã.

    ResponderEliminar
  4. Não me parece que esse mupi seja somente a malhar na Apple...

    ResponderEliminar
  5. Aliás, nunca fui ver, mas vi agora, e um Samsung Galaxy custa sensivelmente o mesmo que um iPhone...

    ResponderEliminar
  6. É isso mesmo Margas, faço minhas as tuas palavras (ou ao contrário, nunca percebi).

    Aliás, acho super racista isso tudo da marca branca ser melhor que as outras, e quem pratica isso ainda se vai dar mal... o Adolfo que o diga...

    ResponderEliminar
  7. Existem marcas e Marcas...
    Ainda ali tenho uma Sony trinitron com 20 anos que dá a carga a muitos televisores lcd´s que por ai andam. Na altura foi carote, mas nunca avariou e mostrou sempre rendimento.

    ResponderEliminar
  8. Eu escolhia de linha branca, mas a Sofia Aparício snifou-os todos. :|

    ResponderEliminar
  9. Marca branca, claro! Mac book branco, iphone branco, ipod branco...
    Tivesse eu carcanhol e era tal e qual, mas pelo menos assim estou do lado das forças do bem!

    Abraço :)

    ResponderEliminar
  10. Eu escolhia a Samsung... que não é marca branca e muito menos istatus

    ResponderEliminar
  11. Eu voltei ao meu Nokia amigo!Quero lá saber dessas modernices!O encrã andava mais depressa que o meu dedo....desisti.As novas tecnologias não são para mim!Para além de que a pipoca mo partiu todo,mas isso agora não interessa nada!

    ResponderEliminar
  12. Generalizações noralmente não acrescentam nada. Há coisas que as marcas brancas são iguais e há outras que nem por isso (la palissada do dia, ou da noite).

    As marcas normalmente são inovadoras enquanto produtos genéricos ou de marca branca apenas são cópias baratas do original. É comum já veres em certos produtos de alimentação as marcas a afirmarem nos seus rótulos que não fabricam para outras marcas, para que os seus clientes percebam que se gostam daquilo, só mesmo comprando o deles, caso contrário comprarão uma imitação.

    Para ser sincero, acho que depende tudo da carteira e do gosto pelas marcas, ou da confiança que se tem nelas.

    Mas é verdade o que disse o Aflito, a SA é um autêntico aspirador.

    ResponderEliminar
  13. Faz-me confusão a maneira como se colocam algumas questões.
    Uiii tens iphone és parvo porque essa merda é bué cara e é uma maerda, tens android da Samsung já és um gajo porreiro...
    Realidade, tenho um iphone. Antes de iphone tive 2 ou 3 blackberrys (bb´s oferecidos, iphone custou-me 120€). Até mudar para iphone amava os bb´s e era defensor pela rentabilidade que tiro deles. Agora que tenho iphone há dois anos faço uma utilização excessiva do mesmo, giro o meu negócio muitas vezes por ali e mesmo que o tivesse que ter pago na realidade já estava mais que rentabilizado, mas existe sempre aqueles preconceitos, ah e tal tem um iphone...Iphone que custou-me mais barato que qualquer tlmv rasca, e que todos os dias não para nem por nada nem crasha. Sim, Adoro a Apple pq as coisas parece que funcionam melhores que as outras marcas, pelo menos comigo que sou um zero em tecnologias...

    ResponderEliminar
  14. @Aflito, GOLD.

    @Aquele Gajo, o Samsung não é tão caro quanto um iPhone desbloqueado em loja. E mesmo que fosse, é uma máquina bem melhor.

    @João Morgado, estás a comparar o incomparável. Compras com acordos de empresa, também os existem para Samsungs e outros. Mas sim, tenho Android, por isso sou um gajo porreiro :)

    ResponderEliminar
  15. E reconheço que a experiência de utilização dum iPhone é mais cativante, está feito para a pessoa gostar dele, mas não está feito para ser uma grande máquina.

    ResponderEliminar
  16. E como foi dito, este artigo era sobre marcas e marcas brancas, não sobre Apple.

    Marca branca geralmente dá garantia da mesma qualidade, só que mais barato. Existem excepções, claro.

    ResponderEliminar