Jorge Jesus: o homem que não nasceu nos Balcãs

Na Bulgária existe uma lenda que diz que Deus se esqueceu deles quando criava o Mundo. Dessa forma, para os compensar, deu-lhes um pedaço de paraíso.

Diz outra lenda que Jorge Jesus estava trancado na casa-de-banho quando Deus estava a distribuir humildade, inteligência e bom senso. Então, para compensar, fê-lo treinador do Benfica.

A pergunta que faço é: mas que culpa tive eu para ter que gramar um ser destes no meu Clube? Caro Presidente Vieira, pergunto-lhe: acha bem ter alguém que se sobrepõe ao seu clube? Que acha que não precisa de ser avaliado por títulos? Mas julga que está onde, no Arrentela a lutar para não descer?! Eu sei Caro Presidente, que não estive bem agora, porque pela amostra, também você não é avaliado por nada, excepto não se chamar Vale e Azevedo. Adiante.

Muitos dizem que Mourinho é arrogante, tal como Jorge Jesus o é. É verdade. Todos os treinadores têm manias, teimosias e particularidades que podemos não gostar. É verdade. Mas repare-se no que ambos os treinadores respondem, no mesmo dia, a respeito da sua influência nos seus clubes.

Mourinho disse: 

Uma grande diferença entre um dos melhores do mundo e um dos melhores portugueses. Porque o é. Assim o quisesse.

Factos: Jesus diz para vermos o que era o Benfica antes e depois dele, como que menosprezando tudo e achando que é o supra-sumo do futebol. Não se admite. Quem era Jesus antes de vir para o Benfica? Quem? Mais um... E o Benfica, o que era o Benfica antes de Jesus? Um clube cheio de títulos e com um passado recente deplorável onde difícil era fazer pior, um clube com jogadores que hoje são peças-chave nos melhores clubes mundiais. Agradecemos o primeiro ano. E o resto? Uma pouca vergonha pegada, duas épocas de tiros nos pés, onde as arbitragens não explicam tudo, duas épocas de basófias provocadas pelo título. E diga-se, ÚNICO título conquistado, pois não é de Supertaças e Taças da Liga que o Clube precisa. Pior que cometer erros é não respeitar o Benfica. 

Depois de o conhecer, na 2ª época já ia tarde. 
Espero que Luís Filipe Vieira esteja cansado deste sujeito e dê alguma dignidade ao Clube. No Porto (próximo clube do Richard Gere de Alfama), não dizia isto de certeza, não se sobrepunha nem ao clube nem ao Presidente.

Definitivamente, Jesus não é um homem dos Balcãs. É só da Reboleira.


E agora, Carrega Benfica, é para ganhar!

7 comentários:

  1. Concordo. O balanço até ao momento, é negativo. Jesus esquece-se que antes dele também o investimento era razoavelmente menor. Mas é injusto dissociá-lo do crescimento competitivo da equipa nos últimos anos...

    ResponderEliminar
  2. Oh pá, dá cá um abraço.

    Se os benfiquistas todos abrissem os olhos... É o treinador e o presidente (mas também o outro candidato era inacreditável).

    Sinto a vossa dor e olha que sou do FCP.

    ResponderEliminar
  3. @nemsabesnoquetemetes, é verdade que melhorámos com ele. A questão é perceber que, neste momento, para darmos um passo em frente, já não é com ele. Não passamos disto. Parece-me...

    @RCA, acho que merecemos mais. Uma instituição que "representa" tanta gente, deve ter pessoas com nível. E digo o mesmo do FCP, nível é zero. E pior, devido a outras coisas.

    ResponderEliminar
  4. Pelo post até pensei fosses por outro lado, mas pela resposta fiquei esclarecido.

    Essas outras coisas, são do tipo do telefonema do Filipe Vieira ao Major? Se calhar vai-se a ver e foi azar, foi o único telefonema que ele fez na vida e foi logo apanhado. Enfim!

    ResponderEliminar
  5. @RCA, OK, as escutas não existem :)

    ResponderEliminar
  6. Alguma vez o Mourinho ia mandar abaixo um jogador em público? Vejam alguns dos últimos comentários do Jesus acerca dos jogadores: "Luisinho para aqui vai dando", "Melgarejo nunca seria um avançado excelente". Sinceramente não posso com a falta de humildade do JJ. Reconheço-lhe mérito mas podia ir muito mais longe... Quem me dera ver o Preud'homme como treinador, o Mozer a adjunto e o Rui Costa a exercer funções sem ser encostado.

    ResponderEliminar
  7. @Zeca, perfeito para mim: Preud'Homme (o meu desejo de há bastante tempo) com Mozer a adjunto.

    ResponderEliminar