Petardos, lasers e corrupção

Visto que a corrupção desportiva em Portugal dura há já 30 anos e ninguém faz nada (como ontem se verificou mais uma vez no jogo Braga - Porto), é hora de olharmos para dentro, resolvermos problemas internos e depois voltarmo-nos a focar nos outros.

No Benfica, temos assistido a cenas absolutamente lamentáveis. Actos que me envergonham, porque não me revejo neles e porque, para mim, ser do Benfica é sinónimo de termos valores enquanto pessoas. E esses valores andam a escapar-nos, por culpa de meia dúzia.

Alguém sabe explicar porque razão se rebentam petardos durante um jogo de futebol? Qual é o interesse, a graça, o objectivo, o apoio? Um estrondo que assusta as pessoas, que provoca surdez momentânea (e sabe-se lá mais o quê) a quem estiver por perto...para quê?!
O Benfica já foi avisado pela UEFA. Corremos o risco de sermos castigados (além de monetariamente) com jogos à porta fechada ou fora do nosso estádio. E estes imbecis continuam a fazer o mesmo? Para quê? Para depois irem rebentar petardos porque a UEFA nos castigou? 

E os lasers? Porque razão se aponta um laser a um jogador adversário? É para se rirem com os amigos? São simplesmente imbecis por fazerem isso. Quem faz e quem se ri.

Estas pessoas têm de ser identificadas e impedidas de frequentar recintos desportivos. Enquanto sócios ou simples adeptos, julgo termos o dever de protegermo-nos a nós e aos nossos. E para isso é necessário que quem esteja no Estádio se revolte com isto e ponha termo ao assunto, como eu já o fiz por uma vez. Arrisquei-me, é verdade, porque não sabemos que tipo de pessoa está do lado de lá. Mas se me quisessem aviar forte e feio, entretanto já tinha a bancada comigo. 
De qualquer forma, é chamar stewards ou polícia (ideal) e correr com esta gentalha dali para fora.

A bem do Desporto.

7 comentários:

  1. É pá..ai um petardo que faz doidoi..não pode...isso é conversa de queque do Lumiar pá!!!
    Faz-te homem!!!
    :)

    Um petardo é pequeno pelo que é muito fácil de fazer entrar num estádio e é quase impossivel perceber que o atira pq o não falta num estádio são braços no ar então nos festejos de um golo é mesmo impossivel. Depende da consciência de quem o faz. E contra o Celtic o único petardo que "rebentou" provocou mau estar dentro do grupo, isso foi notório.

    Os lasers...é parvo, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  2. À falta de encontrar os bandidos, o castigo é aplicado à instituição. Um clube não deveria pagar por ter meia dúzia de adeptos imbecis. Depois há jogos à porta fechada e ficam indignados. :x

    ResponderEliminar
  3. Depois de identificado e para exemplo/gáudio do povo, baixar-lhe as calças, enfiar um petardo igual, pelo recto acima e "puxar fogo" ...
    O energúmeno nunca mais repetiria a graça, tenho a certeza!

    ResponderEliminar
  4. É tão bonito como os foguetes nas festas da aldeia... Fica tudo armado em palhaço, a encolher os ombros ao som do "pum pum". E pronto, é tudo. Lindo.

    ResponderEliminar
  5. Olha, cá está.

    Estava a pensar escrever um post sobre isto mesmo mas já nem vale a pena.

    O cabrão dos petardos ainda por cima é estúpido porque não os rebenta só lá dentro. No jogo com o Olhanense estava eu já a dar a volta ao estádio para ir para o carro como é costume e decidem começar a rebentá-los cá fora.

    Para quê? Prejudicar o Benfica.
    Porquê? Porque são estúpidos.
    Vão voltar a repetir? Vão, até levarem uma cadeirada no meio da nuca.

    ResponderEliminar
  6. Totalmente de acordo, POC. Como Benfiquista e como adepto de futebol. Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Contente de saber que aqui ninguém tolera estas selvajarias.

    ResponderEliminar