Pires de Lima - "políticos devem pagar"

Perdoem-me trazer um tema sério ao tasco.

António Pires de Lima, antigo Bastonário da Ordem dos Advogados (por falar nisso, vou ter de criar aqui alguma coisa com a palavra Bastonário, sempre me fascinou ser Bastonário dalguma coisa), revela que não será assim tão complicado investigarem-se as contas do País e identificar quem foram os responsáveis por gestão danosa (provavelmente com interesses ao barulho, digo eu), punindo-os em sede própria (criminalmente?).

Por ter dito o que disse, Respect.


O artigo é da TSF e podem consultá-lo aqui.

Para terminar, deixo uma frase sua simples e eloquente:

"Considerar que estão a praticar actos políticos é uma forma de criar a irresponsabilidade de um determinado número de governantes."

6 comentários:

  1. não queres ser o Bastonário da Bastonada e dar nos cornos a eles todos???

    ResponderEliminar
  2. @nAnonima, pois que não sei, ia precisar de muito bastão. Estou a pensar mais numa coisa tipo Bastonário dos Bastonários. Ou Bastonário da Blogosfera. Acho que é isso. Está feito.

    ResponderEliminar
  3. É óbvio que os culpados já estão identificados há muito tempo.Continuam na maior,a fazer a sua bela vidinha,porque os sistema está todo virados do avesso e ninguém se vai culpar a si próprio.A corrupção,está em todo o lado.Lê o livro do outro e vais perceber,como não há nada que possamos fazer.Daí,o livro me estar a deixar deprimida...

    ResponderEliminar
  4. @Mamã de Peep-Toe, estás a aguçar-me a curiosidade. Diria que está relacionado com lobbies, o habitual.

    ResponderEliminar
  5. Só uma bomba na Assembleia quando lá estão os governantes resolveria alguma coisa... Pelo menos os que fossem substituir teriam medo!
    Ainda hoje no Correio da Manhã, vinha a notícia de 11 ex deputados que pediram (à pressa) a subvenção vitalícia... É só chular e mamar à conta!

    ResponderEliminar
  6. @Águia Preocupada, há miúdos que hoje em dia começam a perceber que o futuro está nas J's deste País. Porque a partir daí, a vida sorri mai facilmente...

    ResponderEliminar