Dérbi: Jesus no Simão Escuta e novo cântico visconde

Parece-me óbvio. Jorge Jesus frequenta o tasco. Poderão dizer que é só pelas minis e tremoços, mas ninguém me tira da ideia que Jesus vem aqui num sentido de auto-crítica e de aprender a ser melhor. Eu, por exemplo, gosto de ler a Maria + Atrevida para ser melhor. Mas isso são outras contas.

Ontem o Benfica deu uma parte de avanço ao Sporting de Lisboa. Não foi bonito. E é coisa que não é virgem (Anónimo, não é para ti, calma) neste ano. Poderão dizer que demos esse avanço por causa da questão das 72 horas de intervalo. No entanto também importa referir que nem com um intervalo de 72 horas da 1ª para a 2ª parte eles tinham encontrado antídoto para o Glorioso.

A verdade é que, fora clubismos, o Benfica mostra identidade, fio de jogo, troca de bola e outros adjectivos bonitos os quais, curiosamente, não assentam ao "clube dos Bonitos", dos betinhos que vão ao Estádio para passarem modelitos uns aos outros: "ai filha, esse pólo Lacoste parece Jafoste!".

A postura inicial da equipa do Benfica não foi a melhor. Bem sabemos que ontem, os viscondes jogaram como se estivessem na Final da sua primeira Liga dos Campeões, o que lhes dá ânimo e energia. Mas mesmo assim, devíamos ter feito mais.

Quero realçar que Jorge Jesus esteve irrepreensível naquilo que mais lhe aponto o dedo: foi sério, profissional e respeitador, deixando a sua basófia de lado. E isso valeu muito. Espero que seja sinal de que tem aprendido com os erros e que, realmente, os tem vindo a melhorar. E mais, que tem interesse em tornar-se melhor.
Qualquer dia até o defendo...

Ah sobre o resultado: 4-0 não foi mau. Sim, porque façam lá pause no golo dos viscondes e vejam se não é o Garay a rematar de joelho. E no suposto 1-1, Óscar Cardozo recebe falta clara, daí ter cabeceado mal e a bola ter batido nesse enorme central que nos foi roubado, o Rojo. Hoje ainda deve estar rojo de vergonha.

E porque chega de malhar no mesmo, deixo agora um incentivo à Agremiação Recreativa e Cultural do Campo Grande: um novo cântico.



9 comentários:

  1. o que eu me estou a rir com isto
    as minhas colegas já estão a perguntar o que se passa

    ResponderEliminar
  2. Quem é esse deus grego da foto do printscreen?

    ResponderEliminar
  3. Acho que me vou fazer sócio do Sporting só para poder ter acesso à Assembleia Geral em que vão pedir a demissão do Godinho Lopes. Fica mais barato que ir ao teatro e tenho a certeza que me vou divertir mais.
    E se o final for como o final das últimas eleições do Sporting, com cadeiras pelo ar, será relembrar os tempos em que ía aos concertos dos Censurados, dos Peste e Sida e dos Ratos de Porão. Biqueirada para descontrair!! :)

    ResponderEliminar
  4. Muito bom.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Eu.. não tenho nada a dizer!
    Só que ainda não morri, mas estou quase!
    E o scp não ajuda!

    ResponderEliminar
  6. Ver um jogo do sporting é como assistir a um pós acidente na auto-estrada.

    Um gajo tá sempre a espera que venha outro carro e limpe mais dois ou tres... :|

    ResponderEliminar
  7. Uma palavra de apoio ao sportinguistas depois de terem perdido com o Benfica:

    Acontece aos melhores, quanto mais a vocês. :)

    ResponderEliminar
  8. POC,

    Estava tudo a correr lindamente até a redondinha começar a chegar regularmente ao Cardozo. A partir daí o que se viu foi feio, muito feio. Se isto fosse boxe alguém do Sporting já teria atirado a toalha ao ringue. O Sporting está desfigurado, não se consegue levantar, vive de espasmos. O grande símbolo Sá Pinto deixou o clube a precisar de fazer a pré-temporada em Dezembro. Infelizmente para o Sporting isto não é boxe e não vai acabar já. Seguem-se 3 jogos fora: Nacional, Marítimo e Rio Ave.


    Señor B, ahahahahahahahahahhaa

    ResponderEliminar