Mecânico sem peças não vai longe

Há dias vi um programa que desconhecia existir, A costeleta de Adão (canal Q). É um talk-show apresentado por Ana Markl (irmã do próprio) e Vasco Palmeirim, pessoas bem dispostas.

Nesse dia, e por coincidência, a convidada especial era Erica Fontes, a heroína aqui do tasco. Tive que ficar a ver. Só dessa forma percebi que Erica é muito mais do que uma bardajona. Ela é uma profissional, trabalha arduamente e além de feia que dói, foi dupla no filme do Dumbo.
Depois entrou Alexandra Leal, outra figuraça, a falar sobre um workshop de sexo oral onde, curiosamente, Erica Fontes iria dar aulas.

Estava a olhar para Ana, Erica e Alexandra e a pensar que três mulheres a falarem de sexo na televisão, deviam dar-me uma sensação diferente da de que mesmo que desmontasse as três, não arranjava peças suficientes para fazer uma só que me agradasse.
E é só isto.

12 comentários:

  1. Mesmo assim marchava a apresentadora. A cara Vasco Palmeirim é que é impagável. lol

    ResponderEliminar
  2. Precisavas de umas peças do Vasco para safar a coisa!

    ResponderEliminar
  3. foda-se... uma tem psoriase nos cotovelos, outra parece que a tem na cara…a outra nao deve ter psoriase mas tem de ter alguma coisa contagiosa…feias ate dizer basta as meninas…o menino deixa-o estar quieto que ele depois de estar junto com aquelas 3 , de certeza que liga ao Gouxa!!! nao ha’ ninguem mais atraente nesse pais , para falar de sexo, seja ele qual for?

    ResponderEliminar
  4. Apagas a luz pá... (ainda poupas na conta da edp)

    ResponderEliminar
  5. mas a cobra cega também vê alguma coisa ?

    ResponderEliminar
  6. Os olhos não comem e o menir não tem olhos.
    Não estou a ver onde está o problema, os homens de hoje são uns picuinhas.

    2w

    ResponderEliminar
  7. O menir (também aqui chamado de cobra cega) vê com os olhos que A hão-de comer.
    É qualquer coisa assim.

    ResponderEliminar