Nova profissão online: Assassino

Consta que na China, um pai ao ver o seu filho agarrado a um daqueles jogos online que o impede de trabalhar, estudar ou fazer algo de útil, decidiu contratar assassinos profissionais para matarem repetidamente a personagem que o filho representa no jogo. No fundo, o objectivo seria fazê-lo desistir por cansaço e por inaptidão. Um pouco como Godinho Lopes nos viscondes.

Em nenhum dos casos, os resultados foram satisfatórios. Ambos continuam em funções.

6 comentários:

  1. Acho que nem pondo o GL à baliza ele se convencia que não teria jeito para a coisa.

    ResponderEliminar
  2. @Eduardo, por mim, tudo OK. Sem Gato Fedorento, é preciso algum substituto. Se for Godinho Lopes, tanto melhor.

    ResponderEliminar
  3. Muito bom! Se a moda pega.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Se era no Call of Duty, embora esteja destreinado, limapava-o num instante e não cobrava IVA.

    ResponderEliminar
  5. @homem sem blogue, as namoradas dos meus amigos pedem-me para jogar FIFA com eles. Perdem sempre, depois deixam de gostar jogar. Dizem eles...
    Quase sai daqui um post, agora que estou a pensar...

    @Shadows, está visto que temos jogador. Ora FIFA ora COD. Os meus dois favoritos. Qualquer dia fazemos um Torneio Intergaláctico na Blogosfera.

    ResponderEliminar