O que dizem lá fora sobre o futebol português


O futebol português tem dois grandes.

Não sei se ria, se chore. Acaba por ser triste para Portugal, mas é a realidade. A dura realidade que quiseram cavar. Provavelmente a realidade que merecem, por, na altura de José Roquette (e daí em diante) se terem unido a Pinto da Costa para tentar aniquilar o Benfica.

Fonte: A Bola

5 comentários:

  1. O Luís Filie Vieira foi durante muitos anos amigo de Pinto Costa e não é por isso que o Benfica deixou de ser grande.

    Claro que continua grande por causa da sua massa adepta,porque se fosse exclusivamente pelos títulos estaria ao nível do Sporting.

    ResponderEliminar
  2. É isso é Tomé.

    O facto de termos mais que o Porto e o dobro do Sporting coloca o Benfica ao vosso nível

    ResponderEliminar
  3. POC Manel, POC Manel...se o moço já jogava num dos 3 grandes, não seria correcto dizer que os 3 o quiseram contratar...Certo?
    CM, a interpretar notícias como lhe dá jeito, desde 1979...

    ResponderEliminar
  4. Já há décadas que só há dois grandes em Portugal. O Benfica e o anti-Benfica. Na realidade, as mesas redondas televisivas deveriam ser só constituídas por dois comentadores: um pelo Benfica e o outro a alternar entre Dias Ferreira, Manuel Serrão, ROC, etc. Na prática a cassete é a mesma.

    Olha, noutro registo, vê lá isto, depois não digas que eu nunca te dei nada no Natal:

    http://abola.pt/nnh/destaque.aspx?id=373891&zona=8

    (ter um ganda cabelo pode ser parte do problema)

    ResponderEliminar
  5. @Tomé Silva, é verdade que nos últimos 20 anos as coisas são parecidas. Mas existem muitas outras diferenças que fazem o Sporting perder(-se).

    @Carlos Alberto, eishhh :)

    @CM, ahhh, então foi isso. Obrigado pela correcção. E agora, apago o post?

    @Pulha Garcia, estou nessa de Benfica e Anti-Benfica.
    Em relação ao Fellaini, já tinha visto por acaso. Mas deste-me força para fazer a flash news com ele.

    ResponderEliminar