Quanto vale um jogo? E uma vida?

Se este texto é verdadeiro, e acredito que seja, é um relato impressionante dum jovem que parece ter o destino traçado.
Não consigo é perceber se uma coisa destas me faz relativizar o desporto, ou se, por outro lado, me faz aumentar a paixão por ele.



"Ao meu Benfica!


Há cerca de 3 anos, vivi uma das melhores sensações da minha vida. O Benfica sagrava-se campeão, na época de estreia do nosso Jesus, com um futebol maravilhoso e convincente. Dois dias depois nascia o meu filho, o meu orgulho, o meu sangue! Planava ao sabor das sensações intensas desses dias, feliz, preenchido com a vinda de um filho, e encantado com o nosso Benfica. Não seria possível pedir mais!

Nesse Verão, no entanto, numa consulta de rotina, o mundo começou a desabar sob os meus pés. Diagnóstico: nada animador, umas células malditas minavam-me por dentro. Perspectivas: uma luta intensa contra as mesmas era necessária, mas a vitória haveria de chegar, julgava eu…

Passados estes anos, após intensas voltas e reviravoltas, a luta está a chegar o fim. Apesar da vontade enorme em combatê-las, as células malditas ganharam terreno e encontro-me, infelizmente, na fase final da minha curta vida, com apenas vinte anos. Neste Natal, os médicos anunciaram que pouco mais havia a fazer, restando-me apenas algumas semanas de vida. Ouvi, não quis ouvir, reflecti, deprimi, revoltei-me e, finalmente, aceitei o meu destino. Mas não sem antes querer realizar um último desejo, uma última Vitória, uma última Batalha! Queria ver o meu Benfica Campeão! Queria festejar com o meu filho e família esta última vitória, a única que ainda poderia viver. Depois da notícia, depois do Natal, o nosso Benfica mantinha-se na frente da corrida…as esperanças fortaleciam-se, as minhas forças também…de algumas semanas, acabei por ir aguentando mais um e outro mês…à espera, jogo a jogo, vitória a vitória…e com o tempo a passar, mais esperanças ia tendo, mais um esforço ia fazendo, tudo para me aguentar até ao fim e festejar! A vontade dos jogadores, o querer, a raça Benfiquista que eu via em cada jogo, tudo junto, reforçava-me o espírito e ajudava-me a combater e a aguentar-me mais um pouco…!

Passados estes meses, contra tudo e contra todos, ainda cá estou. Sei que não será por muito mais tempo, mas o desejo está a um passo de se realizar! Afigura-se uma luta descomunal… uma batalha épica… onde toda a Raça, Força, Mística, Vontade, Superação, Serenidade, enfim, toda a Garra Benfiquista terá que vir ao de cima! Tivemos um pequeno “tropeção” na passada Segunda-Feira, um pequeno “contra-tempo”, mas eu Acredito! Acredito que todo este esforço que tenho feito para me aguentar, só poderá ser coroado com a realização do meu Desejo! Acredito que todo o Esforço que os nossos Jogadores fizeram nos últimos meses, não será perdido! Acredito que vão Vencer esta Batalha! Não será fácil, mas nesta vida, o que é difícil ganhar, dá mais sabor à Vitória! As minhas forças estão no fim…há muito tempo…mas tenho ido buscar mais algumas ao fundo de mim… só para ter mais esta enorme felicidade! As forças dos nossos jogadores também estarão no fim, mas Acreditem! No fundo dos nossos jogadores, ainda estão lá uma reservas! Ainda lá está a Garra, Vontade e Mística Benfiquista para lutarem com todas as forças e até ao último minuto! Para Vencerem a Batalha e conquistarem aquilo a que justamente têm direito!

Vamos lá! Sei que são capazes! Sei que têm dentro de vocês aquilo que é suficiente para Vencerem! Só falta mais um Enorme mas Recompensador Esforço! Façam os milhões de Benfiquistas que os apoiam Felizes! Permitam que realize este meu último desejo, para que possa ir até outros mundos Feliz!

ACREDITEM! AFINAL, SOMOS O BENFICA!"


Fonte: Benfiliado.

5 comentários:

  1. Ai homem queres pôr-nos a chorar baba e ranho? Tão triste...20 anos....caramba não é nada!!

    ResponderEliminar
  2. Fogo... Este texto arrepia, e eu ando super sensível.

    Não sou do Benfica, mas sou portuguesa e sempre que uma equipa de Portugal joga contra adversários estrangeiros torço pelos meus, seja de que cor tenham a camisola. Desejo sinceramente que ganhem. Portugal e os portugueses merecem.

    Beijinho**

    ResponderEliminar
  3. José Duarte (Guimarães)9 de maio de 2013 às 19:55

    Estava inclinado a puxar pelo Porto - eu não sou de ninguém - porque o Norte é lindo!!!

    Li o que tu dizes e não tenho o direito de viver mais do que os 73 que tenho, pois 20 anos passei na esperança de chegar onde cheguei; afinal, Deus não é injusto, arrebatando a tua vida só porque o teu exemplo é-nos preciso... Porém, Aquele que tudo sabe e é nosso Pai, se quiser dar-te o gosto que estás pedindo, ficarei um tanto aliviado pela dor que acabaste de me transmitir.

    Não serei Benfica por ti, depois do jogo; enquanto durar o pleito, pedirei ao Eterno a graça de te fazer feliz vencendo o Benfica. Se tal não acontecer, deixa lá! É porque se esqueceu de mim... Por ti ainda terá muito bem a tributar-te.

    Perdoa-me.

    ResponderEliminar