Semana do clitóris

Nos Estados Unidos, comemora-se durante esta semana, a celebração do clitóris. Não se trata de nenhuma brincadeira, mas sim um despertar de consciências para esta temática. E porquê? Porque as pessoas tendem a ter alguma renitência em falar sobre a sua sexualidade. 

"Masturbation is something that Gary hopes to touch on during Clitoris Week.", diz a Gary e dizemos nós.

Mais informações, aqui.

Sendo assim, e até dia 12 de Maio, o clitóris deve ser assunto para estar sempre na ponta da língua, ou dos dedos. 

Porque temos um Autor altruísta e porque não podíamos ficar de fora de tamanho evento, e para comemorar esta semana - que aqui no tasco é celebrada todos os dias do ano - vimos relembrar a continuidade dos rastreios gratuitos, mediante marcação. Mas se não houver marcação também não há problema. O Simão Escuta tem uma equipa constituída e preparada para acudir - é este o termo - a cara leitora que apareça sem marcação.

Simão Escuta, por um clitóris melhor.

8 comentários:

  1. Há muito menino por aí que devia fazer um "Onde está o Wally?" para clítoris...


    ResponderEliminar
  2. Já tive um Renault Cliotóris e era lixado para o encontrar no parque do Colombo. Já no das Amoreiras, era mais fácil.

    Conhecer o parque ajuda muito.

    ResponderEliminar
  3. O verdadeiro desafio não é este, se me permites. Nesta semana, tão bem justamente assinalada, há que ensinar aos homens o que fazer quando encontram um. Aquilo não é um brinquedo!!! Quer dizer...tu percebes.

    ResponderEliminar
  4. Deveria também haver uma semana contra o ataque ao clitóris, esse senhor tão fofo que às vezes é mal tratado e posto de parte por tantos. Linha de Apoio ao Clitóris

    ResponderEliminar
  5. Ajuda saber onde fica, e depois de o encontrar, o que fazer com ele... cursos intensivos precisam-se. Convém estudar bem a lição e sabê-la na ponta da língua... ou dos dedos. :)

    ResponderEliminar
  6. Proponho que o Simão Escuta organize umas sessões de formação prática, se esse é um problema assim tão grande ...

    ResponderEliminar
  7. Como dizia um amigo meu, "enquanto houver língua e dedo, não há mulher que meta medo". Desde que saibam por onde andar.

    ResponderEliminar
  8. São só "más línguas" por aqui!!!

    ResponderEliminar