Roteiro das Francesinhas - Café São João

Durante o Verão, numa ida ao Porto, a missão foi experimentar uma casa da especialidade. Antes que pensem que estou a falar de casas do varão, estou mesmo a falar de francesinhas. Das de comer. Quer dizer, das cozinhadas.

O destino foi o Café São João, em Canelas. 

Quis o destino que só à segunda tentativa conseguíssemos mesa, passados uns bons meses. Trata-se dum café/restaurante de beira de estrada. Com fila de espera, o dono fecha a porta à hora, ou mais cedo, se estiver com muito trabalho. É um luxo nos tempos que correm. 

O Gordo não se calava, eu tinha que comer esta francesinha porque sim, porque é a melhor, não-sei-quê-que-já-não-se-pode-ouvir. 
Na altura tinha as duas pernas a funcionar, portanto estava um atleta: corria dia sim/dia não, e tinha cuidado com a alimentação. Quando entrei e vi o tamanho da francesinha, disse, numa frase que ficou mítica, "não sei se o meu organismo ainda aguenta uma coisa destas, já não estou habituado".

Pois bem, o sacana do Gordo tinha razão. A francesinha era do camano. Mas do camano. Provavelmente a melhor que já comi. E fiz questão de dizer ao dono. O queijo, ligeiramente derretido e queimado como nas tostas mistas, fica divinal ali no meio. Mas nem tudo é perfeito: as batatas não estão à altura. E o molho, apesar de bom, é muito líquido para o meu gosto.


Dizem as más línguas que só me voltaram a ouvir falar quando o prato ficou vazio. 
Foi aí que percebi que este corpinho precisa duma francesinha de quando em vez para não me armar em parvo.

E vocês, que francesinhas recomendam?

32 comentários:

  1. A minha preferida é a do Requinte, em Matosinhos.

    ResponderEliminar
  2. A francesinha deve ser apreciada em qualidade e nao em quantidade. Lá por ter dois bifes como fazem perto desse sitio de canelas, ou ter o dobro do tamanho não as torna melhores.

    Prefiro de longe afinfar dois rissois e uma francesinha no Capa Negra II.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço muito bem o Capa Negra. Foi a minha companhia durante dois anos de muitas idas ao Porto. São muito boas. Molho e batatas melhores. Mas a francesinha em si, prefiro a de Canelas. Não foi pela quantidade. É grande, mas de diâmetro, não tem "dois bifes", etc..

      Eliminar
  3. capa negra. (ou em alternativa as de paris, frança :p)
    em qq dos casos lambão, pá!

    ResponderEliminar
  4. Em Canelas também, no Lukanda. Tem que se chegar cedo para arranjar mesa ou ficasse mais de uma hora à espera. Francesinha no forno. Divinal...

    ResponderEliminar
  5. Estás a criar desejos às pessoas que moram a quase 300€ do Porto :( que saudades das francesinhas... snif snif

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui são quilómetros, aí são euros. Curioso.

      Eliminar
    2. Como só me desloco até ao Porto por avião daí o factor decisivo ser o preço. Mas já agora, fui pesquisar e são 1.511,41 quilómetros, segundo este site: http://pt.distanciacidades.com/

      Eliminar
    3. Há algum tempo, foi Lisboa a sério. Noutra oportunidade será regresso ao Porto a sério, esses 1500 quilómetros ficam para trás num ápice :)

      Eliminar
  6. http://asmelhoresfrancesinhas.blogspot.pt/

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tinha tropeçado neste blogue. Obrigado pela partilha, muito interessado.

      Eliminar
  7. Isso depende muito dos gostos de cada um.

    Os meus primos preferem as do Fase e do Capa Negra. A minha mulher gosta da do Yuko porque tem francesinha vegetariana. O meu cunhado as melhores são em Famalicão, no Forever. Um amigo meu adora as do Tappas, em Gaia, por causa do queijo derretido no forno. Enfim, tens muito por onde escolher.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outro meu primo prefere as do Pontual, na Rua do Almada. Queres mais? Cada um tem a sua preferida!

      Eliminar
    2. Essa francesinha vegetariana...não sei se estou revoltado se curioso.

      Eliminar
    3. Curioso, meu caro, curioso. O mundo não se veste a preto e branco.

      Eliminar
  8. Tenho pena de não conhecer o Porto como deve ser, as vezes que fui foi como turista e comi sempre igual a um turista, devo poder fazer um roteiro da piores francesinhas : (

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bela cidade. Tenho saudades de ficar por lá uns dias. E, infelizmente, também pouco conheço.

      Eliminar
  9. Cufra na Boavista.
    Piolho (dos estudantes).
    E entre as duas, dar um saltinho à Badalhoca comer uma sandes de presunto e um tinto cheio.
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vindo. Cufra também conheço. Dos primeiros onde fui.

      Eliminar
  10. E o Santiago, em frente ao Coliseu do Porto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conheço. Mas pela amostra, não faltam francesinhas que valem a pena.

      Eliminar
  11. canelas não é porto, é gaia e isso faz toda a diferença. Só os de lá as acham melhores.
    cufra e capa negra são uma espécie de macdonalds das francesinhas- a evitar.
    e que tal irem ao sitio onde a francesinha foi inventada ao pé se sã da bandeira?
    há mto tasco com francesinhas melhores que as faladas aqui mas o meu favorito é A. CUNHA em Ramalde.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vindo. "A. Cunha", em Ramalde. A lembrar.

      Eliminar
  12. Recomendo as da Casa Cardoso em Vila Real.As melhores francesinhas do mundo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O melhor bolo de chocolate do mundo não é o que tem esse nome. Mas a Casa Cardoso merece então uma visita!

      Eliminar
  13. Em Braga na "Taberna Belga", é difícil encontrares melhores no Porto.

    cumprimentos

    ResponderEliminar
  14. Conheço bem o São João de Canelas. Assino por baixo.
    Já comi muitas no Porto, Capa Negra incluída, e de facto a de canelas continua no topo.
    Para quem não conhece, recomendo também o Pino-vai no Furadouro.

    ResponderEliminar