Selecção ou Benfica (ou o vosso clube)?

Iniciou agora o Portugal - Israel, lanço a questão ao leitor. O que preferem ver, a Selecção (ou equipa da Federação) ou o vosso clube? 

Pessoalmente, Benfica. Actualmente, não há comparação possível.
Não é falta de patriotismo. Já sofri muito com a Selecção, quando ela era muito diferente do que aquilo em que se tornou há já uns bons anos. Já chorei, já apanhei a maior chuvada de sempre a ver o 3-0 à República da Irlanda em 1995, já andei na rua a festejar. Mas as coisas mudaram.

Se fizessem um inquérito à saída do estádio, aposto que grande parte dos espectadores não são os habitués do futebol. 

A equipa de futebol da Federação é bastante fraca. Não tem chama, não tem cariz, não tem um líder. Não joga uma pevide. É Cristiano e mais 3/4 jogadores de bom nível. O resto são medianos. Não chega.
Mas o problema nem é tanto a qualidade (ou falta dela). Nós temos sempre orgulho no que é nosso. Devemos. Mas para quem acompanha o futebol mais a sério... é complicado sentir aquela ligação por esta equipa. 

Ligação? Ligação havia de 1994 a 2004. Era contagiante. O apogeu foi o Euro 2004. Arrepiante!
Muita pena tenho de ter visto partir a Selecção de 2000. Provavelmente, a melhor de sempre. 

Além de que, por muito que custe a muita gente, quem gosta de futebol, acompanha primeiro um clube. E não há nada igual a isso. É o nosso clube. Está presente todos os fins-de-semana. Mais, está presente todos os dias, com as notícias, os treinos, as polémicas. É com o clube que existe maior ligação.

Que Portugal ganhe hoje. E sempre. Apesar de, actualmente, não merecer. Nem merece chegar ao Mundial, depois deste apuramento vergonhoso num grupo mais do que acessível. Mas lá está, se ao menos jogassem bem...
Acredito que se lá chegarmos (e tenho esperança, mas é diferente ter esperança do que ser realista) a emoção há-de voltar e estarei a torcer com maior alegria e energia.

Não, não é falta de patriotismo. Eu amo Portugal. Apesar de tudo, temos um País espectacular. 

22 comentários:

  1. Eu ia discordar de ti, mas de soslaio olhei para o jogo e vi o Ruben Micael a titular e não posso não dar-te razão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A partir do momento em que olhas de "soslaio" para o jogo, está tudo dito, não é?

      Eliminar
    2. Na realidade a Selecção como entidade futebolística de todos nós sempre me disse pouco. De 96 a 2006 vivi-a apaixonadamente porque tínhamos muitos jogadores de classe mundial, e era um crime não observar toda aquela gente junta a girar a bola entre eles.
      A presença de Madaís, Mendes, Scolaris, Queirozes e o camandro não permitem nunca que um gajo olhe para aquilo como uma selecção querida e ensopada em amor patriótico.

      Eliminar
  2. SL BENFICA como é óbvio.

    ResponderEliminar
  3. A nossa selecção anda a jogar uma merda mas eu acho sempre que merece ganhar. :P

    ResponderEliminar
  4. estou a ver a selecção e ao mesmo tempo a jogar bilhar no miniclip.com (agora não, agora estou a escrever este comentário!!!)
    quando joga o benfica tenho de estar 100% concentrado no jogo, mesmo que seja contra o cinfães!!
    preciso dizer mais alguma coisa?

    seja como for, torço pela selecção.

    uma selecção onde pontificam ruben micael, ricardo costa, andré almeida e hugo almeida merece tudo de bom. ou então não, não sei. agora estou baralhado. estes gajos podem ser considerados jogadores de futebol? tenho as minhas dúvidas.

    seja como for, força portugal!

    ps: foda-se, que grande selecção tivemos em 2000... caralho, merecíamos que o árbitro tivesse ido na cantiga da malta e que não tivesse marcado o penalti do abel xavier. em 2004 também estivemos bem, mas foi mais pela festa e pelo acontecimento do que pelo futebol. 2000 para mim é insuperável. desde 2004 tem sido sempre a descer!

    ResponderEliminar
  5. Até te digo mais, preferia ver o meu clube campeão europeu que a selecção campeã mundial!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é porque es um inutil,mas se fores do benfica nem vais ver uma nem a outra por isso podes estar descansado,eu sou portista e trocava ja qualquer das taças europeias que vi ganhar por um titulo para portugal

      Eliminar
    2. Anónimo, nem te deviam ter aprovado o comentário, porque além de me estares a atacar pessoalmente por ter manifestado a minha opinião, actuas encapotado, por isso nem te vou responder...

      Eliminar
  6. A minha seleção é o benfica, que é como quem diz, a minha seleção é aquele clube de lisboa de servios e jasuses e homens de bigode que prometem ser como o real madrid.
    Frase dita por um autentico parolo, com cara de betinho e ar de filho da puta.Um tal de gwahir

    ResponderEliminar
  7. Sem dúvida o Sport Lisboa e Benfica! Aliás, Portugal já não tem selecção... Temos um clube luso brasileiro com jogadores do Sr. Mendes!
    Não me batam, mas eu bati palmas ao golo de Israel!!!

    ResponderEliminar
  8. Portugal sempre, entretanto enquanto adepto do SLB gostaria de ver mais jogadores do Benfica e depois acordo e digo: mas quais jogadores?, contudo não deixa de ser engraçado, quando existe um Ruben Micael a titular e aqui sim...digo... fdss, não existem gajos nos Sub21 que joguem melhor? Já agora perguntem ao staff do Glorioso, mais concretamente ao LFV, onde está ou andam os jogadores do Benfica que fazem parte da espinha dorsal da selecção portuguesa. Espera, já sei a resposta e vocês também, da minha parte está quando necessita de votos e populismo e depois é o que todos sabemos, aliás há uma frase do confúcio que o define:

    O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros.

    saudações.

    ResponderEliminar
  9. Lembro-me de em 2004 ter visto o grande jogo com amigos gregos , e embora o resultado tenha sido triste e eu nem ligar a futebol, a verdade é que recordo com carinho a boa energia que havia naquele café. Foi muito divertido.

    ResponderEliminar
  10. perspectiva clássica dum lampião! mormente agora, sempre com espetáculos tão apelativos e interessantes lá para os lados de carnide. por outro lado também compreendo que a falta de jogadores lampiões na selecção possa contribuir para isso. se o benfica fizesse o expectável pela formação e lançamento de jogadores seniores...se calhar dá mais pica ver a selecção da sérvia, não?

    ResponderEliminar
  11. Benfica sem sombra de dúvidas. Estou contigo a melhor seleção que tivemos foi no Euro 2000, grandes jogadores, a maior parte deles com grande carisma. Depois o Euro 2004 foi a loucura, a forma como um brasileiro uniu os portugueses, as bandeiras, a música de uma luso-descendente. Aquelas imagens das pessoas a acompanhar o autocarro da seleção, até ao estádio da final, orgulho, orgulho em ser português. A partir daí sempre a descer, quase a pique, e ninguém a fazer nada por isso diga-se.
    Os clubes não apostam em jogadores portugueses (tirando o Sporting que por dificuldades financeiras ou não, forma jogadores do dia para a noite - dou o braço a torcer), penso que a culpa disto está em quem manda federação/liga que deixa que uma equipa possa jogar sem um único português a titular, ou, até uma seleção, que, para tentar ganhar alguma coisa, e se tentar remediar do facto, de não se apostarem em jogadores portugueses, naturaliza estrangeiros.
    Jogo da seleção não vi, era impossível ver, imaginar o comentador dizer "Antunes passa para Ruben Micael que atrasa para Ricardo Costa (quem??)" não se ouvia tal recorte técnico desde o Brasil de 82.

    ResponderEliminar
  12. Sem dúvida o SPORTING!!Penso o mesmo que a maioria das pessoas que aqui têm comentado...a seleção tornou se um jogo de interesses...não se convocam os jogadores em melhor forma...não se percebe o critério em algumas convocatórias...mas os clubes também são culpados...Só agora o meu SPORTING e os vitorias (SETUBAL E GUIMARAES) apostam nos jovens portugueses...e por necessidade...oxalá o SLB e o FCP também alterem as suas politicas de contratações...

    Saudaçoes

    Fernando Reis

    ResponderEliminar
  13. Selecção esta mal e? O Benfica esta bem? Ruben Micael? Entao e eu que tive que gramar com o Cortez, Emerson, Roberto, Pringles, Saunders, Michaels Tomas, tabernices do LFV e do JJ e afins? Selecção sempre. Jogadores do Jorge Mendes? Não há no Benfica? Eu sou mais do PSD, PS, Isaltino e afins...

    ResponderEliminar
  14. Acho que, apesar de algum decréscimo de qualidade, temos sorte de ver a nossa selecção num patamar que, por exemplo há 25 anos não existia.

    Até 1990 - 2 Presenças num Mundial (3º - 1966, regabofe mexicano - 1986) / 1 Presença Europeu (meias finais - 1984)

    De 1990 até hoje - 3 Presenças em mundiais (4º lugar como melhor prestação, Coreia como miséria) / 5 Presenças (1 final, 2 meias finais, 2 quartos de final).

    Acho que vemos muito e melhor futebol por parte da Selecção do que em qualquer geração anterior. Às vezes não jogam uma beata, é certo, há muitas falhas, mas isto é o que produzimos também com base no que se faz nos clubes. Quando temos equipas com 1,2,3 portugueses a jogar regularmente depois achamos estranho termos cepos a jogar regularmente na selecção.

    Quando os alemães foram enxovalhados por Portugal, com o Sergio Conceição a fazer hattricks, começaram a abrir os olhos e a renovar a política formativa em conjunto com os clubes.
    Por cá, com bases de trabalho muito menores, a maior parte dos escalões jovens vão surpreendendo com bons resultados nas Selecções, depois o "tampão" dos clubes ainda é bastante evidenciador da política que temos no desenvolvimento de jogadores.

    Uma selecção e um clube movem-se em patamares diferentes e muito mais facilmente os clubes f#%"m a selecção do que o contrário. Ficámos mais exigentes com Portugal, a festa já não é ir ao Mundial ou ao Europeu, isso já é quase obrigação, quando antigamente eram precisos milagres do Eusébio e golos divinos do Carlos Manuel para lá pormos os pés.
    É natural ter ambição e querer mais, mas a geração de ouro fez-nos sonhar e agora, apesar de ainda nunca termos falhado um evento (sim, as condições de apuramento também são mais fáceis, é verdade), não é por não seres favorito absoluto a campeão, que é tudo mau.

    Apoiar o clube sempre, porque é devoção e coração, mas isso não implica que deixe de apoiar Portugal, especialmente quando já não há o filet mignon de outros tempos. É sinal que nos remediamos com o que há e não passamos fome.

    ResponderEliminar