Fresquinha do dia: Queiroz responde a Cristiano (e o Autor explica porque CR7 talvez esteja a mudar)

Ulálá! Que belo acordar. Mais uma boa dose de polémica, desta vez patrocinada pelo antigo seleccionador nacional, Carlos Queiroz. 3 anos depois do jogo com a Espanha, resolveu responder ao nosso Azeiteiro (depois do jogo, ao perguntarem a Cristiano o que tinha falhado, respondeu, de forma irónica, "perguntem ao Carlos". Foi lamentável, até porque já era capitão. Com ou sem razão, também se colocou a jeito).

Queiroz diz agora que "se (Cristiano Ronaldo) tivesse jogado assim teríamos ganho à Espanha (derrota 1-0)". Porventura terá razão. Mas nenhum jogador consegue jogar sempre bem. E Queiroz, enquanto treinador, também deve saber que o trabalho também não lhe correu bem...

Cristiano teve um dia mau contra a Espanha (infelizmente para nós foi num jogo histórico para o nosso País) e não merece esta crítica. Mas merece outra. Merece que lhe digam que, em 2012, também contra os espanhóis, se não tivesse a necessidade de ser sempre o centro das atenções, poderia ter marcado um dos primeiros penaltis e, quiçá, alterar o que sucedeu depois. Quis ser o último, para a possível glória (que nem chegou a ter oportunidade, porque não chegámos ao 5º penalti) e acabou por sair com um alvo nas costas, coisa que poucos tiveram coragem de reconhecer. 

Cristiano é um fenómeno, um dos melhores da História (e merece, trabalhou muito para isso), mas erra, como todos. E pode aprender, como todos. E felizmente talvez já o esteja a fazer.

Sendo eu capaz de criticá-lo por determinadas atitudes (forma arrogante como às vezes trata colegas de profissão, como fala, como provoca e festeja golos de forma provocadora - e atenção, foi ele quem cultivou isto, foi ele quem começou a criar inimigos em jogadores e adeptos), sou também capaz de reconhecer possíveis mudanças. Hoje parece menos preocupado com a disputa com Messi, o que só o valoriza fora e dentro de campo: melhora a olhos vistos. Sinceros parabéns.

Se continuar assim, qualquer dia já só posso falar do azeite, o que começa a ser manifestamente pouco para ir lançando aqui a confusão...

21 comentários:

  1. Estás a falar de dois egos muito fortes, ambos gostam de protagonismo e acham-se os melhores. O Cristiano é de facto um jogador excelente, mas o Queiroz não deixa de ter razão no que diz. A prestação do Cristiano foi excelente no jogo contra a Suécia, mas de certeza que fomos muitos a pensar que se ele jogasse sempre assim, Portugal teria muitas mais vitórias. É um facto que todos temos os nossos dias e que não se está sempre bem, mas o que se pede é que o Cristiano jogue pela Selecção pelo menos ao nível a que joga no Real Madrid.
    Quanto ao azeite, será sempre muito e nunca te deixará sem material para "ataque".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vinda Mariana. Entrou a matar! Em cheio. Se não tiver nada combinado para logo, posso pedi-la em casamento? Pronto, só queria dizer que subscrevo inteiramente.

      Eliminar
    2. A Mariana apresenta-se todos os dias no local de trabalho com a mesma convicção e concentração?

      Ou há dias em que não rende tanto?

      Eliminar
    3. POC, desde que o período de noivado seja ad eternum, podemos pensar no assunto.

      Valdemar, saltou partes do meu comentário, não foi? Lá está, temos que ler sempre tudo.

      Eliminar
    4. @Mariana, está feito. Tenho só umas coisas para tratar até 2024, mas depois voltamos ao assunto.

      Eliminar
  2. Estava a falar dos 8º ou 4º-final do Mundial de 2010

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda a razão. 1-0. Obrigado pela correcção. Os penaltis já foram com Paulo Bento.

      Eliminar
  3. A Parvalorem, empresa criada pelo Estado para gerir os créditos do BPN, terá herdado uma dívida àquele banco no valor de 17 milhões de euros, que, avança o Diário de Notícias, terá sido contraída no âmbito de um esquema de burla, no qual a empresa do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e do seu sócio, Almerindo Sousa Duarte, estará implicada.


    O caso remonta aos anos 2003 e 2004, indica o Diário de Notícias, sendo que, alegadamente, ao mesmo tempo que a empresa detinha uma posição accionista de 1,4% na Sociedade Lusa de Negócios (dona do BPN), terá tirado proveito de um crédito de 20 milhões de euros para financiar um aumento de capital no fundo imobiliário BPN Real Estate.

    Volvidos cinco anos, o BPN apresentou uma queixa-crime no Departamento Central de Investigação e Acção Penal, argumentando que teria sido montado um esquema financeiro com o objectivo de a empresa se desfazer das acções que detinha e de amortizar a dívida de 20 milhões ao banco.

    Nesse mesmo ano de 2009, o próprio BPN atribuiu à dívida em causa o rótulo de incobrável, conta a mesma publicação.

    Saliente-se que o Ministério Público está já há quatro anos a investigar se Vieira foi ou não cúmplice desta eventual burla ao BPN. Ora, e apesar das buscas de que as casas do presidente dos encarnados e do o seu sócio foram alvo em 2010, o inquérito ainda se encontra pendente.

    ResponderEliminar
  4. Eu até me encho de urticária quando falas do CR. Vamos lá ver uma coisa : O CR é toda uma Selecção? O homem é um fenómeno, que é. Mas onde estão os outros nos dias em que o CR está só, vá digamos assim, ao nível do comum dos mortais? E como é que se espera que jogue sempre ao nível do que joga no Real Madrid, se o Real Madrid, como conjunto, joga bem melhor do que a Selecção Portuguesa, sobretudo ultimamente? O CR, mesmo sendo o melhor do Mundo, que é, não pode jogar sozinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso subscrever? É a 2a vez numa semana mas era o que eu queria dizer.

      Eliminar
    2. Vamos ser banidas pelo POC. Ele não "pode" com as duas...

      Eliminar
    3. Eu não sei onde julgam que estão, mas este é o blogue do homem do Menir.

      Eliminar
    4. CM, até aqui tenho-me colado aos comentários, pois sempre que leio posts deste teor e me apetece desancar forte e feio no Autor, chego aqui e está tudo dito :)
      No dia em que ambas comentarmos vai haver choro e ranger de dentes...

      Autor, menos. Hoje e depois deste post, menos. Não estou zangada, estou desiludida. Nem resfolegue. Falaremos amanhã.

      Eliminar
    5. @Pusinko, quer dizer, quando eu defendo o Azeiteiro, quando digo que noto algumas mudanças, quando digo que merece o que conquista, quando o defendo do Queiroz...a leitora-me faz-me isto?

      Agora tenho de ir ali, que parece que me entrou alguma coisa no olhos. Nos dois.

      Eliminar
    6. Eu notei melhorias de discurso em relacao ao passado. Ainda assim, o tom jocoso faz-me comichao no céu da boca e fico arreliada. Mas já passou. Nada como um dia cheio de trabalho e chuva para amenizar maus fígados. De resto, nao posso ser só paninhos quentes e elogios ao Autor. Bem sabeis que tenho 1 reputacao de pessoa do mal a defender.

      Eliminar
    7. @Pusinko, não mereço esta cabala. Toda a gente sabe que fui o primeiro a defender sempre Cristiano. Tenho uma tatuagem com o nome dele no peito. E neste artigo nunca me dirigi ao Azeiteiro em tom jocoso. Não me venha dizer que chamar alguém, que está carregado de azeite, é jocoso. Vou instaurar-lhe um processo disciplinar.

      Eliminar
    8. Quando dizes azeiteiro, queres dizer "tipo-que-tem-um-six-pack-do-caraças-e-que-eu-invejo", não é?

      Eliminar
    9. Também já tive. Tenho provas. Mas um tipo que trata do corpo pode ser azeiteiro. Dá para acumular valências.

      Eliminar