Ainda há esperança: Facebook poderá perder 80% dos utilizadores até 2017

Segundo um estudo que me agrada, mas que me faz ter muitas dúvidas, o Facebook vem por aí abaixo. Não é bem "colocar uma bomba", como o vosso Autor deseja, mas já é um começo.


Poderão saber os detalhes clicando no texto de cima ou aqui, onde outro estudo diz basicamente que a percentagem de "desistências" está a subir ligeiramente. 

De qualquer forma, duvido do estudo. Porquê? Porque o Facebook só vai por água abaixo se ou quando surgir alguma coisa melhor. 
Não gosto do tipo de rede social, mas não parece ter rival. Nem agora, nem nos próximos tempos.

E vocês, estão a utilizar menos a principal rede social? Precisam mesmo dela? Não é demasiado invasiva? O Facebook vai acabar?

31 comentários:

  1. Não percebi. Isto quer dizer que a página de face do Simão vai fechar?

    ResponderEliminar
  2. Não preciso mesmo dela, não passo o meu tempo a cuscar a vida dos outros mas conheço quem não aguente passar 30 minutos sem ver as novidades. E não percebo!!! Por mim acabava!

    ResponderEliminar
  3. Eu nunca pensei que o fb durasse tanto tempo.
    O Google + bem tenta ganhar terreno, mas não consegue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Google + é para fechar. Aliás, qualquer dia a Google fica só como motor de busca, que já se andam a esticar.

      Eliminar
  4. true, cada vez uso menos, já nao tenho paciencia, achei muita piada há uns 5 ou 6 anos atrás...
    e tambem já tinha lido um estudo que os adolescentes, quem usa mais o face, está a pouco e pouco a abandonar o face porque é uma rede social que está cada vez mais a ser invadida por adultos (muitos deles pais e observadores dos comentários dos adolescentes)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que esse factor é contornável com os grupos que podem fazer. Ou seja, "o meu pai" não pode ver o que coloco quando a coisa envolve "asneira".

      Eliminar
  5. Qual é a novidade? Na net tudo é efémero, basta aparecer uma novidade. Alguém ainda se lembra do hi5 e outras tretas do género, por exemplo? Quando alguém inventar outra moda, esta fica para trás.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julgo ser mais complicada esta moda ficar para trás. Não havia nada parecido, ou com tanto potencial. Houve muita inteligência nesta criação. Está consolidada.
      Só vejo possibilidade do Facebook perder terreno em 4 anos se aparecer algo muito mais evoluído. O que me parece difícil.

      Eliminar
  6. Eu simplesmente não uso nem quero saber.

    ResponderEliminar
  7. Eu já tenho á cerca de 4 anos,já teve muito mais piada do que tem hoje,além disso como sou solteiro e bom rapaz,em tempos ainda conheci uma ou outra gaja através disso,assim como tambem conheci boa gente e um ou outro amigo.

    Por outro lado, é uma grande merda,á custa disso as mulheres hoje em dia são muito mais convencidas,sabem que qualquer coisa tem sempre ali um refugio..tem sempre alguem que as quer montar se é que me faço entender

    ResponderEliminar

  8. Eu como não sou destes tempos ainda estou na era dos blogues. Tenho página porque os convites dos amigos me desafiaram mas nunca lá pus nada. Às vezes, quando não há nada vou lá e não passo disso.

    Adoro conhecer pessoas mas deixem-me previlegiar o meu PRIVADO.

    ResponderEliminar
  9. Acho que o facebook só acaba com o surgimento de uma nova rede social que atraia os tais 80% que podem desistir.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Eu só criei em Outubro e foi devido à faculdade. Epah e coiso, dá jeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se as faculdades tiverem que acabar para o Facebook acabar, então que assim seja.

      Eliminar
  11. O que eu não curto é ver o pessoal a pegar no telemóvel no meio da rua por tudo e por nada e depois lá vai uma "selfie", as meninas é um "duck lips", é as citações de pessoas consagradas com figuras do mundo encantado por detrás,... enfim, soa-me tanto a artificial...

    Por vezes é como olhar para aquele mundo descrito no filme "Hunger Games"... nesse momento, pergunto, em que mundo vivo?!

    Eu acho que as pessoas hoje em dia vivem mais no seu "Avatar" do que no seu mundo real! Se há uma década atrás (pois é já fez mais de 10 anos), toda a gente ficou um pouco impressionada com a visão dos humanos serem pilhas e estarem a viver na "Matrix", eu acho que hoje há muita gente que pensa que a sua maior razão de viver é ficar grudado ao World of Warcraft, ou às casas de aposta...

    O maior problema da internet é este: temos sempre tempo para ir ver o estado no fb, o último email, etc, mas se calhar nunca se tem tempo para se estar com quem realmente deveríamos estar!

    Mas, depois há coisas positivas: google e o adeus ao Encarta (quem se lembra?), apesar de preferir a Lexico e a Grande Enciclopédia Brasileira ou como se chamava e as horas perdidas com as colegas de grupo na biblioteca da secundária... o skype e comunicação com imagem com quem está tão longe... músicas e videos do que gostamos quando quisermos...

    Mas, há muita tralha, há muito ruído na internet... o que até é curioso... num mundo digital! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente comentário.

      "Eu acho que as pessoas hoje em dia vivem mais no seu "Avatar" do que no seu mundo real!". É isto.

      Encarta <3 (mas viva a Google neste aspecto).
      E Matrix...o primeiro, filme preferido. Imaginava uma coisa semelhante quando era miúdo.

      Eliminar
  12. Respostas
    1. É cerrar os dentes e ir à luta. Morte ao facebook.

      Eliminar
  13. O facebook enquanto rede social tem a grande vantagem de ter conseguido associar a metodologia de comunicação por mensagem instantânea. Conseguindo eliminar a concorrência do MSN, sendo algo que o Hi5 ou outras redes sociais nunca conseguiram... Efetivamente outras redes como o twitter ou instagram não conseguem ter a parte de diálogo. O único concorrente acaba por ser o google talk, que não se enquadra na mesma temática.

    O problema do facebook tem sido não conseguir potencializar as receitas de publicidade e o uso do telemóvel em termos publicitários. Mas uma coisa é certa, a evolução será certa e potencialmente verão aparecer outras redes sociais.

    No entanto, convém não esquecer que os seres humanos são seres sociais e gostam bastante de conversar e partilhar a sua opinião.. Por isso é que a gente vem para aqui mandar umas baboseiras :)

    Mas força POC na luta contra a sociedade :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que os seres humanos gostam de conversar e partilhar a sua opinião. Para isso existem os blogues ;)

      Eliminar