Facebook: o refugo das mulheres, o refúgio dos homens? Ou vice-versa? (Comentário elevado a post #19)

Não sei, já lá vamos, mas sem dúvida que este título fica bem melhor que o "Comentário elevado a post" que lhe é devido. Devido ao seu potencial, fica como artigo "independente". O comentário abaixo é cortesia do leitor rui, que desabafou neste artigo.


"Eu já tenho (Facebook) á cerca de 4 anos,já teve muito mais piada do que tem hoje,além disso como sou solteiro e bom rapaz,em tempos ainda conheci uma ou outra gaja através disso,assim como tambem conheci boa gente e um ou outro amigo.

Por outro lado, é uma grande merda,á custa disso as mulheres hoje em dia são muito mais convencidas,sabem que qualquer coisa tem sempre ali um refugio..tem sempre alguem que as quer montar se é que me faço entender"



Caro rui (com minúscula porque é assim o teu nick), fizeste-te entender, claro. Até porque a nível de montagens, sou muito dado à bricolage.

Uma das sensações que tenho é que a famosa rede social é (muito) utilizada para engates. Feliz e/ou infelizmente, acaba por ser uma montra ao estilo de Amesterdão: homens e mulheres conseguem, na maior parte das vezes, dar um olho ao catálogo e ver se agrada. 
Mas catalogar assim o Facebook é injusto. Primeiro, porque há muito mais para além disso, tal como disseste. Existe "boa gente e um ou outro amigo" que se conhece por lá. OK, pode calhar uma gostosona no colo de vez em quando, mas isso é só um extra, não é o principal. Ou quero eu imaginar que não é o principal.

Hoje em dia, com as políticas e possibilidades de privacidade, julgo ser viável impedir que um estranho saiba quem somos. Isso já é de valor. Porque na essência, diria que só faz sentido chegarmos a alguém através de amigos, e não como "catálogo". 
Até porque o Facebook tem muita coisa boa, especialmente para quem está longe de família e amigos. Pessoalmente não gosto, e não tenho conta, mas compreendo. Acho é que se vive melhor sem ele. 

Tal como o local de trabalho é (normalmente) aquilo que fazemos dele, também o Facebook o é. Com os jogos (já se podem esconder, certo?), as frases ridículas dirigidas a alguém de forma indirecta, os desabafos da vida amorosa, as fotografias a vender o corpo, etc.. É basicamente por isso que não tenho paciência e não uso. E talvez faça mal, porque teria muito material para pegar e escrever aqui. Adoro gente ridícula.

Bom, rui, nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Julgo que não estavas a generalizar, acredito (espero) que a tua descrição seja a de uma minoria. De qualquer forma, espero que o teu comentário venha incendiar aqui um belo rastilho para nos entretermos todos um bom bocado.

Tem a palavra o leitor: o Facebook (também) é um refugo e um refúgio para homens e mulheres?

33 comentários:

  1. Para mim é uma forma de receber feedback acerca dos insultos que vou inventando diariamente...

    ResponderEliminar
  2. Não tenho nem quero ter. Serve principalmente para lavagem de egos inseguros. Para mostrar que estamos cá e somos e fazemos coisas fixes.

    Resumindo: http://www.quickmeme.com/img/17/1709b757858d2a6aecca644605d7c2e637ecd09c96cff63ee429e51cb3f0f74d.jpg

    ResponderEliminar
  3. Eu devo ser uma valente totó do Facebook, porque se há uso que não lhe dou é o de conhecer pessoas e/ou engates. Estou tão-só circunscrita aos meus amigos e conhecidos e, de vez em quando, a uma ou outra pessoa com um blogue que eu sigo.

    Não recebo mensagens de estranhos, nem tenho fotografias públicas, pelo que não entendo a embirração com o desgraçado. Depende do uso que se lhe dá e quem se põe a jeito claro que vai ter um retorno semelhante.

    Há tanta coisa positiva para se fazer no perfil, que não inclui obviamente seguir o Simão, escuta, tantas pessoas interessantes para seguir, projectos, artistas e afins, por que raio se há-de estar sempre a bater na mesma tecla?

    Quanto a mim, o Blogger é bem mais montra de Amesterdão do que o FB.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um blogue é mais montra que Facebook? Só se for um blogue de auto-promoção. E mesmo assim, se o blogue o é, o melhor é irem ver o Facebook dessa pessoa: será pior.

      Eliminar
    2. Como já li aqui algures, a tua página não é muito diferente dos perfis da maioria. Continuo a dizer-te, o problema não está no espaço, está nas pessoas e no uso que fazem dele.

      Eliminar
  4. Ora, o facebook é como qq outra actividade lúdica online: só serve para aquilo que cada um de nós queira que sirva: se para o rui serve para esse efeito, é porque é assim para ele. Mas eu discordo dele, porque qq outra actividade lúdica online é muito mais do que refugo ou refugio. Acho essa perspectiva muita limitadinha, acho. E eu nem gosto do feiças!

    ResponderEliminar
  5. Como em tudo, depende do uso que lhe damos. No meu caso é zero.

    R.

    ResponderEliminar
  6. Para mim é apenas uma forma de manter contacto com amigos que a vida foi encaminhando para sítios assim para o longe. É a maneira mais fácil que tenho de manter contacto e «conversas de café» com gente na diáspora.

    E, em boa verdade, só tenho como amigos no facebook quem é meu amigo na vida real. Não aceito convites de quem mal conheço. Mesmo de gajas boas, mesmo muito boas.

    ResponderEliminar
  7. para mim é uma forma de ver o que é feito do Fernando Aguiar e do Tahar

    ResponderEliminar
  8. Eu, utilizadora assídua e fã do Facebook, devo dizer que isto é um ultraje. Cada um dará ao facebook o mesmo uso que já deu a outra redes sociais, ou a qualquer tipo de chat. Por ter conta de facebook, sei que há sempre algum gajo que me queira montar? Ia dizer que me assusta que pessoas com esta linha de pensamento tenham conta de facebook, mas depois lembrei-me que escolho quem tem acesso ao meu, e o mundo voltou a fazer sentido...e POC, o que tu fazes com a página do blog, não é diferente do que muita gente faz com a página pessoal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ainda bem. Acredito que metade (e não mais) dos utilizadores faça no Facebook o que faço no blogue. Com as devidas diferenças, mas OK.
      Agora, que uma grande quantidade (muito grande) utiliza o Facebook de forma ridícula e até irritante, disso ninguém me vai fazer duvidar.

      Eliminar
  9. Não podemos antes discutir assuntos importantes, como por exemplo: que raio vão fazer nos filmes do Hunger Games, agora que o loiro quinou???

    Quanto ao Face, tudo depende da qualidade do cérebro que se senta à frente do pc!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O loiro quinou porque, além de fabuloso, era parvo. Maldita droga.

      Eliminar
  10. Eu tenho net há 17 anos e sou dos tempos áureos dos engates de net. O facebook não é para engate e veio arruinar com esses engates de net (detesto este termo).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O engate já vem do mIRC. O Facebook potenciou-o com outras questões.

      Eliminar
    2. O engate começou no mirc. O facebook acabou.

      Eliminar
  11. Surpreende-te, segundo sei primeiro há todo um cuidado na escolha das fotos, para serem aquelas em que parecem melhores, depois o engate começa através de likes, depois a coisa avança por chat e depois é vê-los em cafés, a ver se vale a pena passar para os lençóis. Agora parece estranho, mas com o tempo talvez passe a ser normal.
    Para mim é mais uma forma de extravasar a minha parvoíce. Se a parvoíce engatasse também não estaria solteira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Primeiro parágrafo, concordo. Não generalizando, acontece muito.
      Segundo parágrafo, essa frase deve ter sido roubada algures ao Autor.

      Eliminar
  12. Se há políticas de privacidade, é para se aplicarem. Eu uso FB desde 2007 para manter contacto com malta estrangeira mas, desde se popularizou e o Hi5 migrou para lá, tornou-se uma mesa de café virtual para aqueles que conheço desde sempre. Como tenho a maioria das pessoas que me interessam, só casos muito extraordinários serão incluídos nesse mundo que, não tendo nada de especial, tem bastante de pessoal. Tenho vários álbuns disponíveis e nenhum me faria corar de vergonha por algum dia os ter partilhado ali. A minha mãe, o meu chefe e vários colegas fazem parte dos meus contactos porque eu quis mas, se não fizessem, o bom senso deveria prevalecer nas escolhas, seja imagens, ou escrita.
    Uma plataforma de convívio que estava melhor sem os joguinhos e anúncios mil, mas só brinca quem quer. De resto, não é o fb que fomenta a brejeirice, os engates, os flirts entre (des)casados... é quem dele faz uso.

    ResponderEliminar
  13. epa q'sa foda um gajo ja tem 30 anos, agora é trabalhar pra ser rico, fazer filhos, viagens, beber ainda mais vinho do bom, treinar e ir á bola com o pessoal.
    os domingos de manhã até servem pra trabalhar/ir correr com a mulher e ir á praça.
    tou doente?

    ResponderEliminar
  14. nao sei porquê tanta critica ao facebook... quantos e quantos nao engatam tambem pelos blogs?
    qual é diferença?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais! Como se (especialmente os homens) não engatassem pelo blog, de forma "inocente"...

      Maria do Mar

      Eliminar
  15. Utilizem o twoo, o meetic, etc para engates. Ainda sou do tempo (já dizia a outra) do chat do iol e do netlog. O FB não me parece o mais "adequado". Utilizo o FB para poder estar em contacto com familiares e amigos que estão fisicamente longe.

    ResponderEliminar
  16. Esperem lá que agora estou perdida!!!! Mas será que a ciência do engate, só começou quando o FB foi criado? Meus amigos, o engate acontece onde o "engatante" achar propício colocar em acção a sua ciência no engate. Haverá sempre tentativas de engate ou pessoas que utilizem certas plataformas apenas e só para isso. Mas o mesmo não acontece, num bar, por exemplo? Quando eu saiu para beber um copo, poderei ter como propósito apenas o engate. E esse meu propósito irá tornar esse bar, num bar de engate?

    ResponderEliminar
  17. Com as definições de privacidade, hoje em dia só partilhas o que queres e com quem queres, por exemplo, eu para além de não aceitar amigos que não conheça também tenho desactivada a opção de mostrar a minha localização quando faço uma publicação!

    Depois quanto ao argumento de "escolher por catálogo" não me parece que seja válido, por exemplo no facebook se me tentarem "engatar" porque eventualmente me "escolheram por catálogo" (coisa que a mim não dá pois as fotos são privadas!) eu tenho sempre a hipótese de não os aceitar e nunca mais me chateiam! Já se estiver num bar e tiver um daqueles gajos mesmo muito chatos a tentar pagar-me um copo, porque eventualmente também me escolheu por catálogo (um catálogo ainda mais real dado que é ao vivo) não me livro dele assim com tanta facilidade. Concluindo o facebook tem coisas boas e coisas más e pertence aos utilizadores o poder de escolher o que querem fazer com o site. Claro que há toda a panóplia de rebarbados que tentam enviar mensagem para os aceitarmos ou todas as miúdas que colocam fotos quase nuas claramente a pedir para serem engatadas. Mas apesar de tudo isso, de vez em quando estas coisas das redes sociais também são capazes de trazer uma ou outra surpresa positiva!

    (E agora se é para falar de engate de facebook à séria, experimenta frequentar uma faculdade onde 87% dos estudantes são homens e depois falamos!!)

    ResponderEliminar
  18. na minha opinião o facebook não passa de um jornal online onde se publicam noticias da vida privada completamente gratuito...se publicaram no jornal de noticias ficava caro...quando é para estar em contatos com amigos temos o skype onde pode mos falar ou ver .. quase toda a gente tem facebook é verdade mas é apenas para dizer que tem muitos amigos...alguns teem centenas e milhares...agora pergunto...quantos meses ou anos passam sem que esses tais amigos venham dizer bom dia uns aos outros?..muitos ou quase todos só entram no facebook para postar porcarias e ver as mesmas que outros postaram e não se preocupam de ver se está algum (AMIGO ) para lhe dizer bom dia...as pessoa hoje em dia já nem falam uma com as outras...já não sabem escrever...escrevem só metade das palavras e depois quem quizer que adivinhe o que ela quis dizer...a maioria dos utilizadores não dão um peido ou passo que não venham postar no facebook....fotos em casa a comer...no restaurante...na praia com os filhos. depois queixam-se que os pidofilos andam atrás...as pessoas expõem-se nas redes sociais...vi alguns comentários aí a dizer que só teem amigos no facebook...MENTIRA...teem amigos e teem os amigos dos amigos que até nem conhecem mas como são amigos dos amigos também passam a ser amigos mesmo sem se conhecerem..hahahahha...normalmente ( e mais as mulheres ) não teem um minuto para ligar a uns pais que estão longe e querem matar saudades mas teem 5 minutos por dia para ir basculhar o facebook e postar lá alguma coisa...é ridículo...secalhar também sou em dar a minha opinião que ninguém pediu...kkkkkkk

    ResponderEliminar
  19. Tantas respostas giras e eu sem responder a ninguém. Que vergonha.

    ResponderEliminar