Kiev está mau? Esperem para ver aqui os vizinhos

Aliás, ninguém me tira da cabeça que os confrontos de Kiev começaram no 3º Esquerdo. 

São um casal amoroso. Sim, amoroso, com tudo o que isso significa. Juntos há muitos anos, num verdadeiro conto de fadas. Os pombinhos, na casa dos 55-60 anos, parecem crianças de borboletas na barriga.
Em média, a cada 5 noites, 3 são passadas em animada cavaqueira. Calculo que seja uma forma inteligente de combater a monotonia da relação. E acaba também por ser óptimo para a bricolage, na medida em que devem ser necessários vários arranjos lá por casa, entre portas e paredes.

Podia contar daquela vez em que a mulher, ou, neste caso, a esposa (assenta-lhe bem), atirou coisas pela janela. No meio da confusão, foi um tapete bom e caro. No dia seguinte, já em paz, resolveram ir buscar os tarecos à rua, mas nada de tapete. A esposa ficou muito indignada. Também eu. Estava a contar que um dos vizinhos porcos deixasse o seu cão fazer uma poia no tapete. Infelizmente o tapete desapareceu mesmo.

Ou hoje, quando o banana saiu porta fora a gritar impropérios contra a esposa. Impropérios esses que, ao pé dos dela, são coisa de pré-primária. Aliás, este homem é a personificação do homem banana. É insultado, de alto a baixo, com o pior que se pode imaginar. É envergonhado. É manipulado. E deve levar na tromba.

Melhor de tudo? É um prédio normal, porreiro, onde só eles destoam. Mas animam.

Melhor de tudo até ao infinito? Algum deles, ou o filho ridículo dela, tenham conhecimento deste artigo. Na remota hipótese, um grande abraço para vocês. Que me façam continuar a rir.

5 comentários:

  1. se em vez de ser no 3º Esq fosse num R/C Esq ia pensar que somos vizinhos!

    ResponderEliminar
  2. Nunca morei num prédio. Agora vejo o que ando a perder. (Aposto que quem vive no 3º Direito não acha tanta piada como tu!)

    ResponderEliminar
  3. Porra, será que moras no meu prédio?
    Os meus vizinhos de cima também têm uma relação parecida. A mulher também é quem manda em casa. Para se perceber a posição de domínio da mulher só digo que uma bela noite, estava eu já a tentar dormir, o marido descobriu uma mensagem suspeita dum "desconhecido" no telemóvel da mulher. Impropério para aqui, impropério para ali, quem ficou de castigo a dormir no sofá foi o marido e proibido de "lá ir" ("tu aqui não mexes mais" - foram as palavras da esposa acompanhadas por duas palmadas no próprio rabo (sim, as paredes são finas no meu prédio)).

    ResponderEliminar
  4. os meus vizinhos do lado estão neste momento a fazer concorrência aos teus, mas em muito mau.

    ResponderEliminar
  5. Hehehe! Olha os meus de cima do lado esquerdo já deram a bimbada do ano por isto não incomodam muito, agora os do lado direito (ou melhor a vizinha) é uma tristeza, parece que vai cair na minha cabeça de tanto que dá pontapés quando caminha...
    beijinhos

    ResponderEliminar