Globos de Ouro, os Óscares do Portugal ridículo (mas com Paloma)

Este domingo cheguei tarde a casa, estava a começar a gala dos Globos de Ouro da SIC/Caras. Andava distraído a ler as notícias e fui vendo o programa. Deixei-me estar por dois motivos: curiosidade e Paloma.
 
Venham daí ler este magnífico artigo!


A curiosidade era para perceber a dimensão do (suposto) maior evento da televisão portuguesa, onde glamour e charme andam de mãos dadas. Estava a imaginar a passadeira vermelha - mas só imaginei porque devo ter chegado depois dessa parte – cheia de gente, anónimos ao monte a tentarem vislumbrar as suas estrelas preferidas. Calculo que se isso aconteceu, foi a pagar.

Primeiro é necessário referir que, quando a concurso para melhor treinador de 2013 aparecem José Mourinho e especialmente Paulo Bento, acho que estamos conversados quanto à credibilidade do evento. Pior, quando é Paulo Bento a vencer o prémio, percebemos que isto é só para encher chouriços e que eu próprio, jogando uma época de Footbal Manager, também podia ganhar.

Depois vi uma plateia bem composta mas com algumas clareiras. Não encher um evento destes, dá logo má impressão. É como ver os Óscares com 10 lugares vagos ao lado do Jack Nicholson.
Depois vi uns concertos porreiros, mas normais. Pelo meio, o  espectáculo deprimente que organizaram com a Floribela do agora Djá(lo), o grande João Ricardo e a dupla Quim Roscas e Zeca Estacionâncio. Os actores não terão (toda a) culpa, mas ficaram mal na fotografia, especialmente os dois primeiros. O que me leva ao segundo dos motivos para ter visto o programa: Paloma.

Paolla Oliveira, a Paloma, de Amor à Vida, tem a minha idade. É brasileira. Tem um ar doce, de miúda educada, simpática. Tem ar de quem me deseja ardentemente e quer fazer sexo ternurento e selvagem só comigo. É gira que dói. Parece a mulher normal, do dia-a-dia, mas que não deixa de ser uma estátua, principalmente pela classe que aparenta ter. Mas também ela me deixou um amargo na boca, pois pareceu-me que o vestido não era nada por aí além e que a maquilhagem era algo excessiva. Sim, sou um homenzarrão, uma besta, sou do Benfica, um macho latino…mas percebo da poda.



E vocês perguntam: mas que raio tem a Paloma que ver com o deprimente espectáculo? E eu respondo: os portugueses já são gozados que cheguem pelos brasileiros, já julgam que somos todos bimbos, de garrafão na mão…e agora a Paloma volta ao Brasil a julgar que é tudo verdade, que fazemos espectáculos medíocres onde nem o Simão Escuta é convidado.


Paloma, outra coisa, se me estás a ler, o Bruno não é para ti. Esse padeiro anda quase enrolado com a outra piranha da novela. Estamos aqui, eu e o Menir, prontos para te fazermos feliz. Envia um email, OK? Depois atendo-te. Obrigado.

19 comentários:

  1. É caso para dizer que 'tás muita forte... tacticamente!

    ResponderEliminar
  2. ah, ah, ah!!
    Adorei!
    Lá em casa a pequena é chamada de Pamola.
    Imagino que o meu marido não atine com as consoantes dada a emoção cada vez que lhe põe a vista em cima!
    O Porco!
    "A" Leonor ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Leonor", a Paloma e o padeiro do Bruno fazem-me lembrar tu e o teu sujeito marido. Dão-me nojo juntos.

      Eliminar
  3. Soubesse o Autor a gargalhada que se me escapou ao ler este post em horário de trabalho e tinha pena da minha sorte (houvesse gente mal encarada na mesma sala e levantar-me-iam um sobrolho ou seis. Assim escapo-me com sorrisos de "tu é que trabalhas Pusinko Ermengarda"). Muito bom! E percebe da poda, sim, que o vestido e maquiagem em nada favoreciam a Palominha que é bem bonita. Assim como praticamente todos os que se laurearam na passadeira perderam grandes oportunidades de ficar em casa.
    Mais ridículo que este evento é aquele idiota que andou a fazer concursos para adivinhaem o nome do filho nesse mundao de Zeus que é a internétchi. Amén!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estou a par desse fenómeno do nome da criança, amén a isso.

      Cumprimentos daqui para aí.

      Eliminar
    2. Sempre a par das últimas novidades POC! É isso que a malta admira em ti.

      Eliminar
    3. @Rosa Cueca, estou quase em lágrimas por te rever aqui. E não sejas mentirosa.

      Eliminar
  4. A Palomita carregou forte, mas só para te agradar...olha só a cor do baton e do vestido?!

    Just saying.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achas que deva criar o "Movimento Paloma, o POC está aqui!"?

      Eliminar
    2. 10.000 tweets para a Paloma palomar o POC.
      Assim, sim!

      Eliminar
    3. Eish, grande ideia. Mas o Like tem mais impacto. O melhor é lançar em ambas as plataformas. Com sorte ela paloma-me duas vezes.

      Eliminar
  5. Até eu, que sou gaja, admito que ela é linda de morrer! Embora faça sempre estes papeis de menininha romântica, é gira todos os dias. Quase tanto como eu! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela até deve ser gira mascarada de Odete Santos.

      Eliminar
  6. A sensação de ver os globos de ouro foi mesmo de vergonha alheia, mas devo discordar em relação ao Bruno que é um belo partido mesmo para a desenxabida, mas gira, Paloma. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O padeiro do Bruno estava bem nos Globos. Eu também, só que estava em casa.

      Eliminar
  7. LOL muito bom. Ainda não perceberam que nós somos bons é na bifana e cerveja e não no champanhe e caviar. E ainda bem :) http://porfalarnoutracoisa.blogspot.pt/2014/05/globos-de-ouro-glamour-e-mau-gosto.html

    ResponderEliminar