Yoga ou Vinho? Na verdade não importa, faz o mesmo (Serviço Público)

Estudo internacional encomendado por este vosso criado, indica que o vinho tem o mesmo efeito e propriedades que o Yoga.

Vamos abordar posições desta prática milenar, com o equivalente (ou substituto) vinícola.
Sem mais delongas, apresentamos o estudo com carácter de Serviço Público:

                                         Savasana                                                       Tinto Alentejano


                                            Balasana                                                    Tinto do Douro


                                Setu Bandha Sarvangasana                                         Favaios


                                        Marjayasana                                                 Tinto da Bairrada


                                          Halasana                                                    Branco do Douro


                                         Dolphin                                                        Tinto de Borba


                                     Salambhasana                                       Espumoso Tinto de Cantanhede

                              Ananda Balasama                                                   Tinto de Setúbal


                                        Malasana                                            Espumoso Tinto de Souselas


                                       Pigeon                                                          Tinto das Lezírias


Yoga ou vinho? Tanto faz. Importa é fazer desporto e ser feliz.

18 comentários:

  1. Verdadeiro serviço público!
    Não que tivesse grandes dúvidas, mas é o confirmar que a opção vinícola é sempre a mais acertada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já todos tínhamos esta noção, mas com este estudo, estamos agora capacitados a levar a questão ao programa do Goucha e ao da Cristina.

      Eliminar
  2. Hahahahahahahahahahahahahahah

    (Eu é mais: importa é beber uns copázios e ser feliz!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me expliquei bem. Queria dizer que yoga e vinho são desporto ;)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. "Post do ano"? Dos que compararam yoga a vinho durante o dia de hoje, talvez.

      Eliminar
  4. Isto é assunto para ser discutido em canal aberto e horário nobre.
    POC a moderador com um painel composto por três especialistas: Manuel Vilarinho, José Carlos Pereira e (o Carrilho é que contou, por isso eu acredito no excelentíssimo ex-Ministro) Bárbara Guimarães.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E da parte do yoga, levamos quem? José Sócrates?

      Eliminar
    2. Se for para fazer demonstrações de exercícios prefiro uma das leitoras aqui do tasco. Mas se preferes o Sócrates é lá contigo..

      Eliminar
    3. OK, Odete Santos. Ganhaste.

      Eliminar
  5. Acho que, da parte do yoga, o Kim Jong Carvalho seria um excelente candidato: está sempre a repetir um mantra completamente desligado da realidade - 'o Sporting é sempre candidato ao título' - e, sempre que a realidade se impõe, com a sua habitual impertinência, exibe dotes de contorcionismo dignos de um guru do yoga de nível mundial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mérito é todo teu, caríssimo - post brilhante (aparentemente, recuperaste bem da fase da pornografia óssea)!

      A Medicina já há muito que é baseada na evidência científica. Já era mais que tempo de se inaugurar esta nova era: a Copofonia baseada na evidência científica.

      Eliminar
    2. Nem admito. O mérito é todo teu. Essa dissertação sobre Tio Bruno foi de levar às lágrimas. Só faltou aquela parte dos adversários tremerem de medo, que ele também utilizou hoje.

      Eliminar
  6. Temos que ser compreensivos com ele: vê os adversários a tremer e, sem perceber que é de riso convulsivo, presume que é de medo, na sua comovente inocência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tio Bruno 4ever. E que não sejam só 4 meses, como fez o Cotonette com o Risco ao Meio.

      Eliminar