Histórias bonitas (e seus emails associados)

Hoje deparei-me com uma notícia sobre um bebé elefante que encontrou a sua mãe 3 anos depois. Foi muito linda a história. E fez-me lembrar uma outra, que escrevi aqui em 2012:


Em 1986, Peter Davies estava de férias no Quénia depois de se graduar na Northwestern University.
Durante uma caminhada, cruzou-se com um jovem elefante que estava com uma pata levantada. O elefante parecia muito stressado, então Peter aproximou-se muito cuidadosamente. Pôs-se de joelhos, examinou a pata do elefante e encontrou um grande pedaço de madeira enfiado. 
O mais cuidadosa e gentilmente possível, e com o auxílio de uma faca, Peter removeu o pedaço de madeira e o elefante cuidadosamente colocou a pata no chão.

O elefante virou-se para encarar o homem com grande curiosidade no seu rosto e encarou-o por tensos e longos momentos. Peter ficou congelado pensando que seria pisado pelo animal. Depois de um certo tempo o elefante bramiu bem alto com sua tromba, virou-se e foi-se embora. Peter nunca esqueceu o elefante e tudo o que aconteceu naquele dia.

20 anos depois, Peter passeava pelo Zoológico de Chicago com o seu filho adolescente. Quando se aproximaram da jaula dos elefantes, uma das criaturas virou-se e caminhou para um local próximo onde Peter e o seu filho Cameron estavam. 

O grande elefante encarou Peter e levantou a pata do chão e baixou-a, repetiu, varias vezes emitindo sons altos enquanto encarava o homem. Relembrando o encontro em 1986, Peter ficou a pensar se aquele era o mesmo elefante. Reuniu toda sua coragem, escalou a grade e entrou na jaula. 

Foi direito até ao elefante e encarou-o. O elefante emitiu outro som alto, enrolou a sua tromba na perna de Peter e mandou-o contra a parede, matando-o. 
Provavelmente não era o mesmo elefante e ele fodeu-se...


Este bonito texto é dedicado a todos aqueles que mandam aquelas histórias merdosas e cheias de finais felizes em vez de PowerPoints com gajas BOAS.

19 comentários:

  1. ahhhhh. Ninguém gosta de histórias merdosas com finais infelizes, o que vende é a lágrima fácil...
    E digo já que fiquei muito triste. Queria mesmo era que o elefante no jardim zoológico tivesse reconhecido o Peter...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois. Mas o facto de, segundo essa premissa, terem capturado um elefante adulto, retirado o animal do seu habitat selvagem, enfiando-o numa jaula noutro continente não interessa nada. O giro era o Peter ter mais uma história para contar.

      Eliminar
    2. Calma, não puxem os cabelos. Estamos na paz.

      Eliminar
  2. ah ah ah ah
    Vou partilhar isto com a minha mãe. Vai começar a chorar no segundo parágrafo e no final vai amuar e vai banir-me do testamento! Vou ficar sem as colchas da avó!

    ResponderEliminar
  3. Por falar em PowerPoint, ontem estive a ver um video do jimmy fallon, em que os ouvintes tinham que enviar uma historia de um final de relação. Um rapaz escreveu que quando acabou com a namorada fez um PowerPoint com graficos em excel para lhe explicar o declinio da relação.

    Achei fantastico de tão ridiculo que é.

    ResponderEliminar
  4. E tu bem que podias substituir o Peter por uma gaja qualquer à tua escolha !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim morria uma "gaja qualquer". Imagina que era boa?!

      Eliminar
  5. O que me preocupa aqui é o PowerPoint.
    As in "já ninguém usa essa merda". #eradodigital

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PowerPoint foi das piores coisas que inventaram na vida. Odeio tanto quando tenho que fazer um...

      Eliminar
  6. O quê POC, tu não me digas que não achas o Paulo Coelho um génio da filosofia espiritualista, a Susana Tamaro um portento de originalidade criativa e as Selecções do Readers Digest um tesouro de epifanias luminosas???...

    Tss Tss agora fiquei desiludido contigo...não podias ter posto o elefante e o Peter a fazer o amor com deleite e sem preconceitos, comprometidos com a futura prole de quimeras bebé-elefante? Passe a referência ao presidente da produtora de humor do Lumiar, claro.

    ResponderEliminar
  7. Hoje houve jantarada cá em casa.
    E, já no final, ao dar uma vista de olhos pela blogosfera, deparei-me com esta preciosidade.
    Claro que foi logo momento de partilha. Foi um chorar... a rir!!!!!!!!!!!!!!
    E depois de alguns copos de tinto, foi como se não houvesse amanha.
    Paz à alma de Peter!

    ResponderEliminar
  8. Lindo lindo era a sequela dessa história. Do género, agora o filho do Peter vive um romace proibido com a cria do elefante. Romance esse envolto numa névoa de terror pois trata-se do assassino de seu pai.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. <3

      Existem para aqui grandes leitores, pá.

      Eliminar
  9. Ahaha... Ri muito!
    http://happyandhealthy.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar