WC masculino: toda a verdade

Este é o artigo que todos esperavam. O artigo que vem colocar o dedo na ferida e no próprio do pénis. Vamos contar toda a verdade. O Autor vai, inclusivamente, deixar que lhe botem a boca no trombone. Esperem, estou a misturar artigos. Esta última parte é para um estudo sobre música clássica. 
Seja como for, estou disposto a quebrar o segredo que os homens guardam há centenas de anos. 

"Ai o meu homem não, ele é um romântico, trabalha numa grande empresa, veste-se de fato e tudo. Estava capaz de apostar um felácio em como ele não sai da casa-de-banho sem lavar as mãos."
OK cara leitora. Chegou a hora de cumprir a promessa.

Pois é. Metade dos homens são ordinários. E não é no bom sentido, que para isso estou cá eu.
O estudo científico que fiz mostra claramente que não é pelo estatuto social que as mãos são lavadas após a mais básica das necessidades fisiológicas. Às vezes pelo contrário. 
Ai... o que eu "gosto" de ver um tipo armado em pintas, todo bem vestido, claramente numa saída para espalhar magia perante alguém, ir fazer um xixizinho, olhar-se ao espelho e sair sem lavar as mãos... Depois está a namorada/amante/pretendente à espera dele, de brilho nos olhos por ter um pintas tão lindo... Quase impagável. 

Mas isto sou eu, que às vezes, quando vou fazer o meu xixizinho da ordem e me lembro que já apertei a mão a uns quantos tipos durante o dia, até lavo as mãos antes (e depois) de segurar o menir. Ele merece. É um bem precioso. 
É que eles podem ser os porcos, mas eu tenho o diamante.



Este artigo foi escrito por mim no Desblogue d'Elite. Visitem e surpreendam-se com artigos de 12 diferentes bloggers. Um projecto giro, para o qual fui convidado e onde não acrescento nada de jeito. Mas é o País que temos.

15 comentários:

  1. Na dúvida, é amestrar o trombinhas para mictar em modo kit mãos livres.
    É giro, porque é utópico. Todas sabemos que isso começa com orgulho e acaba em "foda-se, mijei os sapatos".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode acontecer. Mas não ao Autor. Perfeccionista na arte de utilizar o menir.

      Eliminar
  2. lol o que eu me ri
    em centros comerciais entao e certinho que lavo sempre as mÃos ANTES e depois

    ResponderEliminar
  3. Eu cá estou capaz de apostar.
    (Nota: Para apostar felácios também é importante ter mesmo a certeza que ele, para além das mãos, lava com (muita) frequência o dito cujo, já agora)

    ResponderEliminar
  4. LOLOL muito bom!

    Uma questão adicional: quando acordamos de manhã com a mais espectacularmente inútil das erecções, quantos de nós lavamos o tecto depois?

    ResponderEliminar
  5. Eu porco me confesso: só lavo as mãos depois de mijar se estiver mais alguém no WC. É o peer pressure a dar de si.

    E a culpa desta badalhocada deve-se ao facto de se terem armado em ecológicos e substituído as folhas de papel por aquelas merdas de secadores de mãos que fazem tudo menos secar mãos, já que um gajo fica sempre com as mãos húmidas e eu não gosto disso.

    E gajo que é gajo sabe mijar sem sujar as mãos. Mexe na pila, mas pronto, não se pode ter tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembra-me só para nunca te apertar a mão :)

      Eliminar
  6. Olha, lembras-te daquele restaurante em Setúbal?.... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca fui a Setúbal. O Benfica jogava nesse dia.

      Eliminar